Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Mãe decide doar órgãos da filha e posta vídeo emocionante

A menina de apenas um ano teve morte cerebral após complicações causadas por um vírus

Por Da Redação
Atualizado em 18 fev 2020, 08h12 - Publicado em 27 Maio 2019, 15h42

Uma mãe norte-americana compartilhou um vídeo emocionante de seus últimos momentos com a filha antes de a garota ser encaminhada para a cirurgia de doação de órgãos.

Com apenas 1 ano de idade, Coralynn Sobolik, carinhosamente chamada de Cora, teve morte cerebral declarada no dia 21 de abril após ficar internada por cinco dias por complicações no tratamento do vírus da parainfluenza.

Meagan e Paul Sobolik, pais de Cora, a levaram a um hospital da cidade de Cresco, Iowa, na sexta-feira (19), quando a menina começou a apresentar dificuldades para respirar. De lá, ela seria transferida para Mayo Clinic Hospital, em Rochester, no estado vizinho do Minnesota.

Cora Sobolik
(Meagan Sobolik/Reprodução)

Contudo, para realizar a transferência, era preciso colocá-la sob efeito de sedativos e entubá-la. E foi durante esse procedimento que o coração de Cora parou. Por cerca de 25 minutos, a menina foi submetida a uma reanimação cardiorrespiratória até se estabilizar e poder, finalmente, ser transferida para a clínica em Rochester, onde chegou por volta das 16h.

Em uma primeira avaliação de ecocardiograma, foi constatado que o coração da neném estava funcionando perfeitamente. Mas o quadro de saúde dela rapidamente mudou após uma tomografia, quando descobriu-se que ela tinha sofrido danos cerebrais.

Apesar de tudo, os médicos mantinham o otimismo de que ela acordaria, ainda que fosse para viver uma vida “diferente” da que costumava ter. Porém, com o passar do tempo, as coisas apenas foram piorando e o cérebro de Cora começou a inchar.

Continua após a publicidade
Cora e Meagan Sobolik
(Meagan Sobolik/Reprodução)

E às 16h45 do domingo sua morte cerebral foi comunicada aos pais. “Eu cai de joelhos e comecei a chorar, sem parar de dizer ‘Não, não, Deus, não'”, recorda Meagan à PEOPLE. “Me senti vazia e entorpecida”.

Enquanto lidavam com a perda, Meagan e Paul decidiram fazer algo que permitisse que o legado de Cora fosse passado adiante. Para isso, optaram por doar os órgãos da menina. “Quando soubemos que ela nunca acordaria, percebemos que ela iria querer que seus órgãos ajudasse as pessoas que precisam”, conta a mãe.

Cora e Paul Sobolik
(Meagan Sobolik/Reprodução)

Para que os parentes que não poderiam estar presentes também fizessem parte do momento, ela decidiu registrar tudo em vídeo, que foi, posteriormente, postado no YouTube.

Nas filmagens é possível ver Cora sendo levada para o centro cirúrgico enquanto a equipe médica e seus pais cantam Amazing Grace no corredor do hospital. Apesar de ser difícil rever o vídeo, o casal diz que, sempre que o faz, sente que a filha “está assistindo conosco em espírito” e que os reassegura de que foi a coisa certa a ser feita.

Continua após a publicidade

Até o momento, os órgãos de Cora foram doados para um menino e uma menina de 1 ano e uma mulher de 41, que receberam, respectivamente, seu coração, fígado e rins. “Ela não se foi, mas vive em seu legado”, diz Meagan, que, junto com o marido, espera que a história encoraje outras pessoas a se tornarem doadores de órgãos.

Leia também: Bebê morre depois de ser esquecida dentro de carro

+ Avião que transportava Gabriel Diniz, do hit “Jenifer”, cai no Nordeste

Siga CLAUDIA no Youtube

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.