PL quer incluir prevenção de violência contra mulher em currículo escolar

A legislação atual não faz menção específica do tema

Um projeto de lei em trâmite no Senado Federal visa incluir conteúdo sobre a violência contra a mulher nos currículos da educação básica. Proposto pelo senador Plínio Valério (PSDB-AM), o PL 598/19 vai alterar a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional caso seja aprovado.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

À Agência Câmara Notícias, o senador afirmou ser “urgente uma inflexão no padrão cultural brasileiro, que, se não é permissivo, não tem sido impeditivo à manifestação das formas arraigadas de violência, especialmente contra as mulheres.”

Atualmente, a legislação prevê apenas abordagens relativas aos direitos humanos e à prevenção de violências contra crianças e adolescentes, sem menção específica da violência de gênero.

Na Câmara dos Deputados, será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Defesa dos Direitos da Mulher; de Educação e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Leia também: Mulher trans é proibida de usar banheiro feminino em bar no Ceará

+ As brasileiras obrigadas a se prostituir na Coreia do Sul

PODCAST – Está na hora de pedir aumento de salário?