Justiça manda Globo recontratar Izabella Camargo

Jornalista e apresentadora foi demitida logo após voltar de licença médica depois de ter diagnóstico de síndrome de burnout

A Justiça mandou que a TV Globo reintegre a jornalista Izabella Camargo ao seu quadro de funcionários, revelou VEJA.com.  Izabella foi apresentadora da previsão do tempo de telejornais da emissora que vão ao ar entre a madrugada e o início da manhã durante seis anos, portanto, tinha de trocar o dia pela noite. Após voltar de uma licença médica devido ao diagnóstico de síndrome de burnout, ela foi demitida. A emissora sempre negou que a demissão tenha tido relação com a licença médica.

Leia também: Saiba o que é burnout

Segundo VEJA.com, “para o juiz do trabalho José Aguiar Linhares Lima Neto, da 24° Vara do Trabalho, a OMS (organização Mundial de Saúde) considera a síndrome como doença relacionada ao trabalho, sendo a demissão nula porque ocorrida no período de estabilidade. Ela não poderá trabalhar no período da madrugada, para evitar o agravamento do problema”.

Tanto a emissora quanto o escritório que representa a jornalista foram procurados por VEJA.com, mas não comentaram a decisão da Justiça. Depois de sua saída da Globo, Izabella trabalhou na equipe de comunicação dos projetos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, mas pediu demissão logo em seguida.