Juíza aceita denúncia e João de Deus vira réu

Médium é acusado de abusos sexuais

A juíza Rosângela Rodrigues dos Santos aceitou a denúncia contra João Teixeira de Faria, o João de Deus, nesta quarta (9). Ele passa a ser réu pelos crimes de estupro de vulnerável e violação sexual. João de Deus segue preso no Núcleo de Custódia.

Em outra ação, o Judiciário procedeu o bloqueio de bens do réu no valor de R$ 50 milhões, em contas e em imóveis. O bloqueio já havia sido acatado em dezembro, sendo agora cumprido, e visa garantir ressarcimento de possíveis danos morais coletivos e danos individuais sofridos pelas vítimas.

O médium também está sendo ouvido pela Polícia Civil de Goiás sobre posse ilegal de armas. Na última terça (8), o Ministério Público de São Paulo encaminhou informações para o Ministério Público Federal sobre o suposto envolvimento dele em um esquema de tráfico internacional de bebês e escravização de mulheres. 

Newsletter Conteúdo exclusivo para você
Aceito receber ocasionalmente ofertas especiais e de outros produtos e serviços do Grupo Abril.
Política de Privacidade