Idosa é morta a tiros pelo ex-marido com quem foi casada por 40 anos

O relacionamento terminou após o homem agredi-la por ciúmes em novembro do ano passado

Elza Formighieri Morschheiser, de 66 anos, foi morta a tiros por Elizeu Morschheiser, de 74, seu ex-marido. O crime aconteceu na manhã da última segunda (18) em frente a uma igreja no município de Corbélia, no Paraná.

Em novembro do ano passado, Elza já havia registrado uma ocorrência contra Elizeu por violência doméstica. Ela então terminou o relacionamento.

Apesar de aposentada, a mulher ainda trabalhava. Ela estava indo de bicicleta ao trabalho quando o ex-marido a perseguiu de carro. O homem chegou a atropelar Elza, que ainda tentou se abrigar dentro de uma igreja. Ele então disparou contra a idosa e depois cometeu suicídio. O revólver calibre 38 era legal.

 

 

“Ela correu na direção da igreja, mas não conseguiu entrar. A princípio, levou quatro tiros: dois nas costas, um no peito e um na cabeça, mas a necropsia ainda será feita”, disse o delegado Fabiano Moza do Nascimento.

Elza e Elizeu foram casados por quatro décadas e tiveram dois filhos juntos. Ela decidiu terminar o relacionamento após uma agressão que sofreu do marido. O motivo teria sido ciúmes.

Segundo o delegado, havia uma medida protetiva para Elza após a denúncia da agressão.