Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Homem esfaqueia esposa e se suicida com filha recém-nascida no colo

Caso aconteceu no último final de semana no interior de São Paulo

Por Da Redação 19 nov 2018, 14h32

Marcos Roberto Parreirade 34 anos, se suicidou com um tiro na cabeça enquanto segurava a filha de 1 ano e 7 meses no colo. Ele se matou depois de assassinar a ex-esposa Larissa Carolina Bernardo, de 22 anos, com 31 facadas. O crime aconteceu em Itapira, cidade do interior de São Paulo, na madrugada do último domingo (18).

De acordo com a polícia, Marcos tinha alugado uma casa perto de onde Larissa morava. No dia do crime, ele a abordou e a obrigou a entrar na residência dele junto com o bebê por volta das 18 horas. Assustada, ela usou o celular para pedir ajuda aos familiares. Ao perceber que o homem estava exaltado, a irmã de Larissa decidiu chamar a polícia.

Viaturas da PM cercaram o imóvel e Marcos esfaqueou a esposa. Ele pediu, então, que os policiais se afastassem ou mataria também a criança. Após negociações, o Grupo de Ações Táticas Especiais conseguiu entrar na casa para retirar o corpo de Larissa.

Algum tempo depois, ouviu-se o barulho de um disparo de arma de fogo. Marcos havia dado um tiro na boca enquanto segurava a filha, que ficou refém do pai por oito horas. Segundo o investigador Daniel Portilho, a criança foi encontrada no chão com um corte de faca na mão, mas passa bem.

Feminicídio

O caso foi registrado como homicídio qualificado, suicídio consumado, sequestro e cárcere privado. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do estado, o agravante de feminicídio ainda poderá ser inserido na investigação.

De acordo com a polícia, o homem havia agredido Larissa no dia 28 de outubro, foi preso e enquadrado na Lei Maria da Penha, mas respondia em liberdade.

No sábado (17), um empresário de 39 anos matou a esposa, uma médica de 33 anos, a filha do casal de quatro e depois se suicidou.  

Siga CLAUDIA no Instagram

Continua após a publicidade
Publicidade