Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Herdeira da Gucci, Alexandra Zarini, acusa ex-padrasto de abuso sexual

Bisneta de Guccio Gucci, Alexandra relata que Joseph Ruffalo a abusou por 16 anos, com a cumplicidade de sua mãe, Patricia Gucci

Por Da Redação - Atualizado em 24 set 2020, 16h02 - Publicado em 16 set 2020, 12h05

Alexandra Zarini, bisneta de Guccio Gucci, fundador da grife italiana, acusa o ex-padrasto Joseph Ruffalo de abuso sexual. A herdeira também move uma ação contra a mãe, Patricia Gucci, e a avó, Bruna Palombo, por cumplicidade e acobertamento da violência. As informações são do The New York Times.

Nos documentos do processo, segundo o jornal americano, Alexandra afirma que sofreu os abusos dos seis até os 22 anos, detalhando que Ruffalo regularmente ia até sua cama nu, acariciava seus seios e genitais e esfregava o pênis contra seu corpo.

A herdeira ainda alega que a mãe sabia dos abusos, ajudando, inclusive, o então marido ao permitir que ele filmasse a criança nua durante o banho. Alexandra também relata que Patricia batia nela regularmente e a mãe, junto com a avó, a ameaçavam para que ela não denunciasse o padrasto.

Ao NY Times, Patricia lamentou o ocorrido, afirmando que deu início ao processo de divórcio contra Ruffalo assim que soube do ocorrido, em 2007, mas afirma que está arrasada contra as acusações da filha contra ela e a avó.

Segundo o advogado de Ruffalo, Richard P. Crane Jr., o acusado ainda não foi notificado da ação, mas nega veemente e categoricamente as acusações, alegando, ainda, que Alexandra teria problemas de “instabilidade mental”.

“Quando casado com a mãe de Alexandra, Ruffalo e sua esposa estavam muito preocupados com o bem-estar mental de Alexandra e tomaram medidas para lidar com sua instabilidade. Aparentemente, seus esforços falharam”, disse Crane Jr.

O que falta para termos mais mulheres eleitas na política

Continua após a publicidade
Publicidade