Giba do vôlei pagou a pensão que devia aos filhos

Informação foi divulgada pela defesa de Cristina Pirv, ex-esposa e mãe de dois filhos do atleta

O ex-jogador de vôlei Giba pagou mais de R$ 80 mil que devia em pensão alimentícia, informou nesta sexta-feira (2) a defesa da ex-mulher Cristina Pirv ao G1.

Em entrevista recente, ela alegou a falta de pagamentos de 10 meses das pensões dos dois filhos do casal, de 10 e 14 anos. Também afirmou que não queria a prisão de Giba. “Não é isso [prisão] que eu quero, porque ele é o pai dos meus filhos, mas eu quero justiça”, disse.

Ainda segundo a defesa, o depósito aconteceu após um novo pedido de prisão apresentado à Justiça.

No dia 9 de fevereiro, houve um primeiro mandato, que foi bloqueado por uma liminar que suspendeu a decisão. Um recurso da de Cristina, em 19 de fevereiro, foi enviado para derrubar a liminar, que foi cassada na quarta-feira (28). Agora no começo de março, no dia primeiro, eles entraram com novo pedido de ordem de detenção contra Giba.

Cristina Pirv, que também é ex-atleta, mora em Curitiba e tem a guarda unilateral dos jovens. Ela tinha 34 anos quando deixou a carreira para trabalhar como empresária de Giba, cargo em que permaneceu até a separação do casal em 2012.

Nas redes sociais, internautas bombardearam os perfis do ex-jogador com a hashtag #GibaPagaAPensão e pedidos de que ele quitasse a dívida.