Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Filho mata mãe e padrasto, deixa mensagem e comete suicídio em seguida

"Minha avó não viu nada", escreveu o suspeito do crime em terra; as vítimas foram encontradas mortas na terça-feira (11)

Por Da Redação - Atualizado em 17 fev 2020, 16h50 - Publicado em 13 jun 2019, 11h09

Um homem de 32 anos foi encontrado enforcado em uma área rural de Cambuci, noroeste fluminense. Seu corpo foi localizado por moradores da região, que acionaram a polícia. O rapaz era o principal suspeito de ter assassinado a mãe, Maria Amélia Daflon Vogas, de 64 anos, e o padrasto, Sahid Voga, de 69. 

Os corpos das vítimas foram encontrados dias após o dia do crime, que aconteceu na terça-feira (11), e já se encontravam em estado de decomposição.

O autor do crime ainda deixou uma mensagem escrita na terra: “Minha avó não viu nada”. Refere-se a mãe de Maria, de 92 anos, que também estava na residência no momento do crime. De acordo com a polícia, ela sofre de alzheimer e foi encontrada em estado de choque, precisando ser hospitalizada.

Mensagem escrita na terra pelo filho que matou a mãe e o padrasto
Mensagem escrita na terra pelo filho que matou a mãe e o padrasto: “Minha avó não viu nada” Polícia Civil/Reprodução

Entenda o caso

Maria Amélia e Sahid foram encontrados mortos dentro de casa na noite de terça-feira (11), em Três Rios, no Rio de Janeiro. De acordo com a Polícia Civil, os dois estavam na cama no bairro de Monte Castelo e a residência onde moravam não apresentava sinais de arrombamento.

Continua após a publicidade

Ainda segundo a polícia, Sahid recebeu golpes de algum objeto feito de madeira e Maria foi asfixiada. As autoridades apontaram o filho dela como o principal suspeito do duplo homicídio.

Familiares do casal informaram à polícia que o rapaz era usuário de drogas e morava com os idosos. A motivação do crime seria um desentendimento com a mãe e com o padrasto.

“Não havia sinal de arrombamento no local e o carro da vítima não estava na casa. O filho do casal, que mora na residência não foi visto no fim de semana. A partir desses detalhes e apesar das tentativas de contato com o mesmo nada de positivo foi conseguido, as informações nos levaram a suspeitar deste rapaz”, afirmou André Pinto Lourenço, delegado titular da 108ª DP, ao G1.

Imagens de câmeras de segurança da residência registaram a movimentação do suspeito. De acordo com a Polícia Militar, o rapaz foi visto entrando na residência e saindo em um carro. O veículo foi rastreado pelos agentes e foi encontrado abandonado em uma área rural em Cambuci, onde o corpo do suspeito também foi localizado, juntamente com a mensagem.

Continua após a publicidade

O casal era proprietário de um estabelecimento comercial, que estava fechado desde sábado (8). Por não serem vistos pelos vizinhos e familiares, a polícia foi acionada até a residência e localizou os corpos.

Carro do suspeito
Carro do comerciante foi encontrado em uma área rural de Cambuci Polícia Civil/Reprodução

Leia também: Bebê quase morre por herpes no olho contraída através de beijo

+ Mãe de Rafael Miguel foi morta ao abraçar o filho para tentar protegê-lo

Vote e escolha as vencedoras do Prêmio CLAUDIA

Publicidade