Clique e assine com até 75% de desconto

Feminicídio: homem mata mulher a facadas na frente de crianças

O crime teria acontecido depois de uma discussão do casal, na terça-feira (28)

Por Da Redação Atualizado em 18 fev 2020, 08h05 - Publicado em 29 Maio 2019, 11h45

Valdikelle Maria Silva, de 31 anos, foi morta a facadas pelo marido após uma discussão na noite de terça-feira (28), em Guarulhos, na Grande São Paulo. O homem foi identificado como Wladimir Oliveira da Silva, de 51 anos.

Segundo a polícia, o marido estava em um bar, por volta das 21h, quando decidiu voltar para casa. Lá, o casal iniciou uma briga e Wladimir esfaqueou Valdikelle. Depois do golpe, o rapaz ainda tentou se matar, também com facadas. Ele está internado no Hospital Geral de Guarulhos.

Ainda de acordo com os policiais, três crianças estavam presentes no local quando o crime aconteceu, mas não há confirmação de que eles sejam os filhos do casal.

O caso será registrado como feminicídio no 2º DP da cidade.

Casos de feminicídio aumentam na Grande São Paulo

Segundo dados levantados pelo G1, os casos de feminicídio – homicídios que se encaixam em violência doméstica e familiar e/ou menosprezo ou discriminação à condição de mulher – aumentaram 76% no primeiro trimestre de 2019, em São Paulo, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Continua após a publicidade

Nos primeiros três meses do ano, ao todo, 37 mulheres foram vítimas de feminicídio, enquanto em 2018, esse número foi 21.

Em CLAUDIA, foram publicados mais de 30 casos de feminicídio ou tentativa desde o início deste ano, em todo o Brasil.

Leia mais: Homem manda matar esposa e enteados 28 dias após o casamento

+ Pai de jovem morta com 11 tiros faz desabafo comovente sobre feminicídio

Siga CLAUDIA no Youtube

Continua após a publicidade
Publicidade