Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Promessa das passarelas, modelo brasileira vivia nas ruas do Rio

Ela chegou a ser levada pela mãe para Minas Gerais, mas fugiu de volta para o Rio e foi vista em outras comunidades da cidade

Por Da Redação - Atualizado em 8 out 2020, 16h11 - Publicado em 8 out 2020, 14h00

Eloisa Fontes, 26 anos, modelo de Alagoas que foi descoberta aos 17 anos e era uma das promessas da moda. Mas, ao seguir carreira internacional, sua saúde mental deu sinais de que havia algo errado.  Em 2019, depois de 11 meses em Nova Iorque,  desapareceu por cinco dias e foi encontrada desorientada próximo a Manhattan.

Agora, depois de um novo sumiço, Eloisa foi encontrada na quarta-feira (7), no interior no Morro de Cantagalo, zona sul do Rio e Janeiro. Ela se mudou para a cidade carioca no fim de 2019, sem comunicar seus familiares, e morava em um apartamento alugado com um amigo, em Copacabana.

Ela foi casada com André Birleanu, modelo e produtor executivo, com quem teve uma filha. Depois de se mudar para o Rio, engatou um namoro com um homem que morava em Copacabana.

De acordo com informações dadas ao jornal Extra pelo amigo que morava com a modelo, Francisco Assis, o comportamento de Eloisa mudou de repente, e então, ela começou a apresentar instabilidades. Sem trabalhar, ela foi vista em duas comunidades, Cidade de Deus e Jacarézinho – e teria saído da segunda comunidade quando teve um novo surto no mês de agosto e foi internada.

Após quase um ano sem contato com nenhum familiar, a modelo reencontrou sua mãe, e foi levada para a casa de sua irmã, em Minas Gerais. No entanto, ela fugiu para o Rio de Janeiro e vivia na comunidade do Cantagalo. “Ela foi emancipada e caiu no mundo sem orientação nem acompanhamento. Eu acredito que haja outras jovens modelos como Eloisa por aí, e as famílias precisam ficar atentas”, contou Francisco, amigo da modelo. 

Resiliência: como se fortalecer para enfrentar os seus problemas

 

Continua após a publicidade
Publicidade