CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Dois anos após acidente da Chape, como está o filho de jogador que morreu

Tiaguinho morreu na tragédia quando sua esposa estava grávida de apenas um mês

Por Da Redação 29 nov 2018, 14h47

Já se passaram dois anos da tragédia que abalou o futebol mundial. Na madrugada de 29 de novembro de 2016, o avião que levava a delegação da Chapecoense para uma partida na Colômbia caiu, matando 71 pessoas e deixando seis sobreviventes.

Entre os jogadores mortos estava Tiago da Rocha Vieira, o ‘Tiaguinho’, então atacante do time de Chapecó. A morte do jogador ainda trouxe desfechos mais tristes: ele, de apenas 22 anos, e a esposa esperavam um filho.

Graziele Alves estava grávida de apenas um mês quando a tragédia aconteceu, ele havia apenas descoberto que iria ser pai.

Agora, dois anos após o ocorrido, Gaziele mostrou ao Globo Esporte como está o menino, hoje com um ano e quatro meses e que leva o mesmo nome do pai: Tiago.

Arquivo Pessoal/Reprodução
Continua após a publicidade

Durante a entrevista, Gaziele conta sobre a paixão que o menino já tem pela bola e sonha que ele se torne jogador de futebol. “Eu planejo o mas lindo e brilhante futuro para ele, quero sempre dar o meu melhor para fazer com que ele realize todos os sonhos, seja qual for a carreira que desejar seguir. Mas farei com que ele siga os caminhos do papai, se dedique e se torne um grande jogador, assim como o pai foi. Quero que continue a história do pai e siga esse legado. Com certeza será o orgulho dele de onde ele está”, contou.

O quarto do bebê traz uma foto do pai com a camisa do time Arquivo Pessoal/Reprodução

A viúva de Tiaguinho falou ainda sobre a morte do marido e superação: “Falar do Tiaguinho me emociona sempre. Sabe aquele sentimento de gratidão? É esse sentimento que eu tenho quando me refiro ao meu filho. Ele foi, é, e sempre será a minha maior força, a maior motivação para seguir em frente. Foi ele que esteve comigo desde o momento em que eu soube da notícia daquele terrível acidente, eu estava grávida de um mês, então passamos por todo aquele desespero juntos, e ele ali dentro do meu ventre, me passando força e coragem para não desistir. Sempre digo que ele nasceu e eu renasci. Ele é a minha maior alegria, uma criança super abençoada, cheia de luz, que encanta todos por onde passa, é o presente mais lindo que eu recebi de Deus e do meu anjo, meu grande amor “, completa Graziele.

Leia tambémCriança envia carta ao pai no “céu” e ganha resposta inesperada

Siga CLAUDIA no Instagram

Continua após a publicidade

Publicidade