Damares Alves se pronuncia sobre saída do governo

Ministra emitiu nota oficial na manhã desta sexta-feira (3) esclarecendo o assunto

Damares Alves se pronunciou na manhã desta sexta-feira (3) sobre a sua saída do governo do presidente Jair Bolsonaro. Segundo reportagem da revista VEJA, a ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos teria pedido ao presidente Jair Bolsonaro para deixar o cargo. Ela emitiu uma nota curta sobre o assunto: “Informo que não pretendo sair do governo.”

Enfrentando uma rotina estressante, com constantes ameaças de morte, a reportagem informa que o motivo da baixa seria a necessidade de cuidar da saúde, que anda debilitada.

Por questão de segurança, Damares abandonou sua residência, em Brasília, e passou a morar em um hotel, cujo endereço é mantido em segredo. Além disso, por recomendação do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI), a ministra não costuma antecipar sua agenda, circula pela cidade escoltada e mantém um segurança na porta de sua sala durante todo o expediente.

Conforme aponta a reportagem, Damares informou a Bolsonaro que deixará o ministério quanto tiver concluído a revisão dos principais programas da ministério. O texto diz que a ministra não tem mais condições físicas e emocionais para suportar as demandas que o cargo impõe.

Ainda de acordo com a publicação, Bolsonaro teria desdenhado das queixas de Damares: “Você vai sair, mas daqui a quatro anos”. A ministra avisou que permanecerá no cargo, no máximo, até dezembro deste ano.

Leia também: Polícia investiga creche acusada de dopar crianças com tranquilizantes

Jovem morre após parto com uso de fórceps no interior de SP

Siga CLAUDIA no Youtube