Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Contra preconceito, mãe divulga rara condição da filha recém-nascida

Luna Tavares Fenner nasceu com uma mancha que cobre quase todo seu rosto

Por Da Redação - Atualizado em 18 fev 2020, 10h20 - Publicado em 2 abr 2019, 15h47

Carolina Fenner, brasileira que vive na Flórida há 7 anos, se surpreendeu a dar à luz a filha, Luna Tavares Fenner, em 7 de março, e descobrir que a bebê é portadora de uma condição rara. Luna tem uma mancha que cobre quase todo seu rosto causada pelo nevo melanocítico congênito.

A condição ocorre devido a uma mutação dos melanócitos – células produtoras de melanina, que são desenvolvidas ainda no embrião – e é extremamente rara, afetando apenas aproximadamente 1% dos recém-nascidos. Carolina conta que não há outros casos na família.

Durante a gravidez, nenhum exame apontou que Luna nasceria com a condição. Depois de nascer, a bebê ficou uma semana internada para que o diagnóstico fosse fechado. Através de várias ressonâncias magnéticas, os médicos descobriram que a mancha na pele não era um câncer.

É possível viver normalmente com o nevo melanocítico, mas os pais de Luna foram alertados de que, algum dia, a mancha poderia se tornar um melanoma, principalmente devido ao seu tamanho, e decidiram, então, retirar o nevo cirurgicamente. Provavelmente serão necessárias várias intervenções para a remoção completa.

Continua após a publicidade

Carolina conta que, além dos riscos, ela pensou no psicológico e na autoestima de Luna quando crescer, já que ela poderia sofrer bullying na escola devido à sua mancha.

Por isso, criou o Instagram @luna.love.hope, como tentativa de conscientizar e diminuir o preconceito.

Eu quero que o mundo inteiro saiba mais sobre Nevus e, principalmente, aprenda a não agir com indiferença ou com preconceito só porque acha que alguma coisa ‘não é normal’ no seu ponto se vista”, escreveu a mãe. Através da conta, várias pessoas já enviaram fotos com os rostos pintados como o de Luna como forma de apoio.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Many beloved people are spreading love by painting their faces like mine 🥰 (SWIPE LEFT TO SEE IT)! We have no words to describe all our gratitude ❤️ And I want the whole world to know more about Nevus and, especially, to learn not to act with indifference or prejudice only because they think something 'is not normal' at their point of view 😇 🎀🎀🎀🎀🎀🎀🎀🎀🎀🎀🎀🎀🎀🎀 Muitas pessoas queridas estão espalhando amor pintando seus rostos como o meu 🥰 (arraste a foto para esquerda para ver mais)! Não temos palavras para descrever toda nossa gratidão ❤️ E eu quero que o mundo inteiro saiba mais sobre Nevus e, principalmente, aprenda a não agir com indiferença ou com preconceito só porque acha que alguma coisa ‘não é normal’ no seu ponto se vista 😇 #nevus #somostodosluna #nevusoutreach #birthmark #selfesteem #barackobama #caringmattersnow #rareskincondition #harvard #bareyourbirthmark #mrelbank #breastfeeding #mom #love #ellendegeneres #steveharvey #caldeiraodohuck #lucianohuck

A post shared by ♥️ Luna ♥️ Mãe no Controle 👀 (@luna.love.hope) on

Os procedimentos para a retirada do nevo devem começar quando Luna completar 6 meses e custarão aproximadamente US$ 50 mil. A conta no Instagram também ajudará na arrecadação de dinheiro para os custos médicos, caso o plano de saúde não cubra o valor das cirurgias.

Continua após a publicidade

Leia também: Aos 61 anos, mulher dá à luz a própria neta nos Estados Unidos

+ Mural em homenagem às vítimas de Suzano é coberto por tinta

Siga CLAUDIA no Youtube

Publicidade