CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Após veto, João Doria promete abrir Delegacias da Mulher 24 horas

O governador disse que o atendimento integral nas demais unidades será ampliado gradativamente

Por Da Redação Atualizado em 18 fev 2020, 11h45 - Publicado em 19 jan 2019, 19h53

João Doria, governador de São Paulo, vetou um projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa que previa funcionamento 24 horas de todas as Delegacias da Mulher no estado. A decisão foi criticada por movimentos sociais. Agora, ele afirma que irá implantar o horário total de atendimento em três unidades a partir de fevereiro.

Segundo o governo, as delegacias que adotarão o novo modelo ficam em Santos, no litoral sul, em Sorocaba, no interior, e na zona norte de São Paulo. Doria disse que o atendimento integral nas demais unidades será ampliado gradativamente, de acordo com informações da Folha de S.Paulo. São Paulo tem 133 Delegacias da Mulher funcionando 12 horas por dia, das 8h às 20h, de segunda a sexta. O número representa 35,8% das delegacias do tipo em todo o país.

Depois do veto do governador, a ONG Minha Sampa fez uma campanha e enviou cerca de 17 mil e-mails para Doria. A mensagem continha um texto padrão. “A violência não tem hora para acontecer. A denúncia também não deveria acontecer com hora marcada”, diz trecho.

De acordo com relatório da Human Rights Watch divulgado na última semana, o Brasil vive “uma epidemia de violência doméstica“.

Leia também: Previsões para o seu signo em 2019

Continua após a publicidade
Publicidade