Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

8 atitudes inspiradoras, de Lorelai Gilmore, para todas as mães

Esperamos que o especial de "Gilmore Girls" seja tão inspirador quanto a série original.

Por Clara Novais - Atualizado em 25 nov 2016, 19h06 - Publicado em 25 nov 2016, 18h35

Chegou o grande dia! Nesta sexta-feira (25), a Netflix lançou o especial Gilmore Girls que há tanto tempo estamos esperando. Após acompanharmos o crescimento de Rory e a evolução pessoal de Lorelai ao longo sete temporadas – exibidas originalmente nos anos 2000 e disponibilizadas na plataforma este ano –, finalmente vamos saber como está a vida delas oito anos após a viagem da filha para o primeiro trabalho de verdade como jornalista e o beijo de reconciliação da mãe com Luke.

Leia mais: Prepare o lencinho: acaba de sair o primeiro trailer do especial de Gilmore Girls

A grande expectativa tem a ver com o fato de Gilmore Girls ser uma série verdadeiramente sobre vida real – o que faz com que ela toque milhões de pessoas até hoje. A forma como os personagens se relacionam é o maior legado da série, principalmente Lorelai e Rory. Elas são um grande exemplo de como é possível construir uma relação de amizade e companheirismo entre mãe e filha. Isso tudo é mérito de Lorelai. Por isso separamos 8 atitudes inspiradores, de Lorelai Gilmore, para todas as mães.

1. Manter um diálogo aberto com os filhos é incrível
Muitas mulheres passam tanto tempo preocupadas em se mostrarem adultas bem resolvidas para seus filhos que acabam não desenvolvendo uma relação de confiança com eles. Lorelai é o maior exemplo de que ser amiga da sua prole não significa perder o respeito deles – pelo contrário. Manter um diálogo aberto com Rory desde a infância é o segredo da relação de respeito e carinho mútuo delas. Isso não significa apenas estar pronto para ouvir tudo o que seus filhos querem dizer, mas também confiar neles para ouvir suas histórias – sejam elas boas ou ruins. Mostrar à Rory que confia nela e gosta de seus conselhos foi fundamental para que a filha também se sentisse à vontade para compartilhar tudo com ela.

2. Tenham paixões e hobbies em comum
Roupas, filmes antigos, junk food, café… Esses são alguns dos interesses que Lorelai e Rory têm em comum. Dividir com seus filhos algumas paixões e hobbies é uma excelente maneira de fortalecer laços. Imagina viajar com eles para um show de uma banda que todos vocês adoram!

3. Planos de vida não precisam ser seguidos a risca – sonhos mudam!
Desde pequena, Rory dizia que queria fazer faculdade em Havard. Por isso, Lorelai não mediu esforços para dar uma boa educação à filha, já que essa é uma das universidades maericanas mais difíceis de ingressas, e acabou sonhando junto com ela ao longo dos anos. No entanto, quando chegou o momento de escolher para onde iria, mesmo tendo sido aceita em Havard, a garota preferiu ir para Yale. Qual atitude Lorelai tomou? Bateu o pé e disse que a filha iria para Havard a qualquer custo, já que elas passaram anos planejando isso? Não! Ela fez de tudo para que a filha se sentisse confiante e feliz com nova decisão. Trocou a decoração do quarto da menina, substituindo as bandeiras e cartazes de Havard por versões de Yale, além de ter ido dormir com ela na primeira noite na faculdade porque Rory estava insegura com a nova jornada – e, ainda, promoveu uma festinha cheia de comida para ela se integrar aos outros alunos.

4. Não se esqueça de focar também nos seus próprios sonhos
Em sua formatura de ensino médio, Rory disse: “Minha mãe nunca me passou nenhuma ideia de que eu não poderia fazer ou ser o que eu quisesse. Ela encheu nossa casa com amor, diversão, livros e música, incansável em seu esforço para me dar exemplos que vão de Jane Austen a Eudora Welty e Patti Smith. Ao me guiar nesses 18 anos, não sei se ela chegou a perceber que a pessoa que mais me inspirava era ela”. Precisa dizer mais? Lorelai começou a trabalhar como faxineira de uma pousada aos 16 anos para sustentar a filha, dezesseis anos depois, se tornou gerente do local e, por um tempo, dividia-se entre o trabalho de gerente e a faculdade de administração – sem deixar de ser uma mãe presente. Isso para citar alguns exemplos.

5. Não tenha medo de dizer quando estiver desapontada
Ser cúmplice de seus filhos não significa aplaudir tudo o que eles fazem. Quando Rory dormiu com um homem casado, Lorelai fez questão de dizer que não gostou nenhum pouco da atitude da filha. Isso acabou resultando em uma grande briga entre as duas – o que não é o desejo de nenhuma mãe, claro. Porém, Lorelai soube construir um laço tão forte com a garota que esse episódio não afetou em nada a relação das duas, e contribuiu para que Rory – mais na frente – compreendesse o quanto agiu errado.

6. Permita a seus filhos se sentirem tristes de vez em quando – mesmo que isso doa em você
Nada pior do que ver um filho sofrendo, não é mesmo? Porém, as lágrimas, algumas vezes, são necessárias para amadurecer. Lorelai sabe disso. Quando Rory estava sofrendo por amor, ela não a consolou, ou disse para ela lavar o rosto e sair para espairecer. Pelo contrário, ela deu o seguinte conselho: “Eu acho que o que você realmente precisa hoje é de ficar na fossa. Vista seus pijamas, vá para a cama e não coma nada além de litros de sorvete e toneladas de pizza. Não tome banho ou depile suas pernas ou se maquie. Apenas sente-se no escuro, assista um filme muito triste e chore bastante. Você precisa ficar na fossa!”. Pouco depois, Rory estava firme e forte novamente.

7. Trate os amigos dos seus filhos como sua família
Os adolescentes, principalmente, adoram passar horas e horas colado com os amigos – mesmo que seja para fazer absolutamente nada juntos. Algumas mães até sentem um pouco de ciúmes dessas relações, mas Lorelai sabe curtir as amizades de Rory. Lane, por exemplo, passa quase tanto tempo na casa das Gilmore quanto na que vive com a mãe. Mas elas não ficam trancadas dentro do quarto com a Rory. Apesar de terem momentos em que ficam a sós, as duas adoram passar parte do dia acompanhadas de Lorelai, porque ela sabe fazer os amigos da filha se sentirem à vontade com ela. Tão confortáveis, que Lane – e depois Paris – chega a fazer programas com Lorelai sem a presença de Rory.

8. Tenha bons amigos
Desde pequena, Rory assistiu a sua mãe rodeada de amigos queridos com os quais ela podia sempre contar. Essas pessoas não eram apenas companheiras de sua mãe, mas também, muitas vezes, exemplos inspiradores para ela. Além disso, a forma como você lida com suas amizades pode influenciar muito na forma como seus filhos se relacionam com os deles.

Publicidade