7 passeios incríveis para fazer em Curitiba

Uma viagem à Curitiba (Paraná) não deve se resumir apenas aos programas clássicos, como as visitas à Ópera de Arame e ao Jardim Botânico (cartões postais da cidade). Confira as nossas dicas de passeios e veja o que a capital verde tem a oferecer.

1.  Ziguezagueando de trem

Decidiu visitar Curitiba nas férias? Então, separe um dia para percorrer, de locomotiva, o trecho entre a capital do Paraná e Morretes, que fica na região litorânea do estado. Em cerca de três horas, O Trem da Serra do Mar Paranaense passa por pontes e paisagens exuberantes da maior área de Mata Atlântica preservada do Brasil. A melhor parte do passeio acontece depois do Túnel 13, quando as araucárias saem de cena para dar lugar a bromélias amarelas e vermelhas. Outras belezas: a vista das águas turvas do Rio Ipiranga e a Ponte São João. A viagem, que ocorre diariamente, pode ser feita em vagões econômicos, turísticos, executivos ou nas litorinas de luxo (com janelas e poltronas maiores e ar-condicionado). Em Morretes, aproveite para conhecer o centro histórico e provar um autêntico barreado, o prato mais famoso da culinária local.

2. Um pouco de cultura

Fica em Curitiba um dos mais interessantes museus do país: o Oscar Niemeyer. Conhecida como “Museu do Olho”, devido ao formato, a colossal obra de Niemeyer tem no acervo peças de Tarsila do Amaral e Portinari. É possível conferir também exposições permanentes de artistas paranaenses e mostras temporárias.

Thinkstock / Getty Images Thinkstock / Getty Images

Thinkstock / Getty Images (/)


(Morretes, região litorânea do estado)

3. Lugar sagrado

Saindo do “Museu do Olho”, faça uma parada no Bosque do Papa. Este parque foi inaugurado em 1981, um ano após a visita do então papa João Paulo II, que esteve ali e abençoou a capela que guarda a imagem de Nossa Senhora de Czestochowa, padroeira da Polônia. O charme do lugar fica por conta das incríveis araucárias que embelezam os jardins das casas típicas feitas de toras.

4.  Café colonial

Um dos costumes dos curitibanos, sobretudo nos fins de semana, é tomar o café da manhã no Mercado Municipal, no Centro. O lugar conta com uma ampla praça de alimentação e uma área exclusiva para produtos orgânicos.  Caso seja domingo, confira os artesanatos da agitada Feira do Largo da Ordem (Rua São Francisco).

5. Tour sensorial

Depois da sessão de fotos em frente ao Jardim Botânico, a nossa dica é seguir caminhando até o Jardim das Sensações. Ali, mais de cinquenta tipos de planta margeiam um caminho de 200 metros e podem ser tocados à vontade. Uma venda para os olhos, torna a experiência ainda mais interessante.

Thinkstock / Getty Images Thinkstock / Getty Images

Thinkstock / Getty Images (/)


(Parque Tanguá)

6. De encher os olhos

Há quem diga que Curitiba tem ares de capital europeia (E nós concordamos!). Além do clima ameno, contam a favor desse rótulo o eficiente sistema de transporte público, a limpeza das ruas e, principalmente, os mais de trinta parques e praças, que colorem de verde a paisagem urbana. Um deles é o parque Tanguá, área que ocupa 235 mil metros quadrados. Vale a pena a visita!

7. Um brinde à viagem

Você sabia que, nos últimos anos, a cidade ganhou status de polo cervejeiro? Há oito fábricas artesanais espalhadas na capital, além de produtores independentes. Por isso, as cervejas especiais têm lugar cativo em alguns bares. No Hop’n Roll (Rua Mateus Leme, 950, Centro Cívico), você poderá preparar a sua própria receita na microcervejaria instalada no salão.