Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Vão mesmo criticar a roupa da Serena Williams? Ela tem uma resposta genial

Se pensam que ela vai "deitar" para proibições idiotas, o recado foi claro: ela não vai.

Por Lucas Castilho - Atualizado em 16 jan 2020, 02h31 - Publicado em 15 jan 2019, 18h17

No ano passado, a maior tenista de todos os tempos Serena Williams foi criticada quando, de volta às quadras do torneio francês Roland Garros, escolheu competir usando um macacão justo. A poderosa criação do estilista Virgil Abloh para a Nike foi inspirada no filme Pantera Negra e tinha a função de ajudá-la na circulação sanguínea, já que ela havia acabado de passar por um pós-parto complicado.

Leia Mais: Kate Middleton com calça jeans skinny e coturno é meu espírito animal

Na época, Bernard Giudicelli, presidente da Federação de Tênis da França, afirmou que a roupa não será permitida na próxima edição do torneio e que o campeonato adotará um código de vestimenta. “Nós devemos respeitar o jogo e o local”, afirmou. Mais sexista impossível. Como resposta, no US Open, a maior tenista de todos os tempos apareceu usando um tutu de bailarina. 

Serena Williams
Chaz Niell/Icon Sportswire/Getty Images

Pois para a temporada 2019, Serena parece ter uma outra alternativa. Na última segunda-feira (14), durante o retorno dela ao Australian Open, tornei no qual só precisou de 49 minutos para vencer Tatjana Maria, com parciais de 6-0 e 6-2, ela encontrou uma maneira muito inteligente de “driblar” os fiscais do uniforme alheio. Já que implicaram com um macacão, o que ela fez? Simplesmente cortou as calças dele!

Continua após a publicidade

Serena Williams

Para a partida, a maior tenista de todos os tempos usou uma jardineira verde coordenada com meias arrastão quase imperceptíveis. Essa mulher é demais mesmo e, se pensam que ela vai “deitar” para proibições idiotas, o recado foi claro: ela não vai.

 

Publicidade