Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Veja o show de Lady Gaga no Super Bowl na íntegra

Em 13 minutos ela superou todas as expectativas e deixou o mundo de queixo caído

Por Ligia Helena Atualizado em 20 jan 2020, 21h21 - Publicado em 6 fev 2017, 08h01

Todos os anos o Super Bowl promove um mega show no intervalo do jogo, a melhor parte para quem não entende nada de futebol americano. No ano passado quem se apresentou foi Beyoncé, com uma performance que gerou muitos elogios, mas também revoltou uma parcela dos americanos e resultou inclusive em uma tentativa de boicote à cantora, lembram?

Pois 2017 foi o ano de Lady Gaga brilhar. E se alguém achava que ela não daria conta do recado, bem, estava muito enganado. Para começar, ela foi a primeira artista em sete anos a segurar a apresentação toda sozinha. Nem Queen Bey, nem Madonna ousaram fazer isso – mas ela foi lá e fez.

Vestida de Versace, Lady Gaga começou a apresentação no alto do estádio, cercada por drones que, com pequenas luzes, formaram a bandeira dos Estados Unidos. Ela então cantou “God Bless America” (Deus Abençoe a América) e “This Land is Your Land” (Esta terra é sua terra), duas canções muito tradicionais americanas. “This Land is Your Land” foi composta por Woody Guthrie em resposta a “God Bless America”, de Irving Berlin, e é considerado um hino antifascista.

Tudo dentro do esperado, muito bonito e tradicional. Até que ela pulou do alto do estádio. E, ~voando~ e dançando, chegou a uma plataforma para começar a entoar seuus próprios hinos. Uma sequência matadora com “Poker Face“, “Born This Way“, “Telephone“, “Just Dance“, “Million Reasons” e, claro, “Bad Romance“.

Embora muita gente tenha achado que a performance de Lady Gaga não teve teor político, em meio a situação calamitosa dos Estados Unidos comandados por Donald Trump, não dá para ignorar o peso e a importância que “Born This Way” tem para a comunidade LGBT. Cantar que não importa se você é gay, hétero, bi, lésbica ou transgênero, você é do jeito certo, no maior jogo de futebol americano do ano, é sim muito importante politicamente, ainda mais agora que os direitos LGBT estão tão ameaçados.

Com todos os olhares do mundo voltados para ela, claro que a apresentação virou trendig topic no Twitter e ela ganhou elogios de muita gente:

Apresentação incrível de minha amiga Lady Gaga. Você me impressiona – e não só no palco. Orgulhoso por trabalhar com você para o fim do abuso sexual – Joe Biden, ex-vice-presidente dos EUA

Sou uma dos 100 milhões de fãs do Super Bowl que acabaram de ficar loucos por Lady Gaga & a mensagem dela para todos nós – Hillary Clinton, ex-Secretária de Estado dos Estados Unidos

Dançando muito. Cantando ao vivo. Termina agarrando uma bola de futebol americano! Eu sempre gostei da Gaga. Agora eu a amo. Desculpa, mas não me desculpo. Isso foi absolutamente incrível – Chris Pratt, ator

E claro que rolaram alguns memes. Óbvio!

Continua após a publicidade

https://twitter.com/pfbrsite/status/828480114497314817

 

Para encerrar, depois da apresentação, ela anunciou a turnê mundial do álbum Joanne e confirmou o que a gente já sabia – ela vem para o Rock in Rio, em setembro! Que noite, meus amigos, que noite!

Continua após a publicidade
Publicidade