Uma Rosa com Amor: Serafina é jurada de morte

Assassinos planejam um acidente para dar um fim na ex-secretária

Uma Rosa com Amor: Serafina é jurada de morte

Serafina é alvo de assassino planejado por Egídio
Foto: Divulgação – SBT

Vendo que suas opções para acabar com o sócio, Claude (Claudio Lins), se esgotaram, e que Nara (Mônica Carvalho) está cada vez mais impaciente com a enrolação do francês, Egídio (Carlo Briani) acata o pedido da filha para dar um fim em Serafina (Carla Marins). E o pilantra, então, logo telefona para Zé Pistola (Zedú Neves), um assassino profissional. O matador e Egídio combinam que irão eliminar a ex-secretária de forma com que tudo pareça um acidente, e para isso, decidem atropelar a pobrezinha.

Na primeira tentativa, Zé Pistola espera a moça sair de um jantar na casa de Catarina (Clarisse Abujamra) e acelera sua moto com tudo em cima dela. Mas na hora H, Afrânio (Nilton Bicudo) se joga na frente e salva sua musa. O criminoso vai embora e conta a Egídio que a primeira tentativa fracassou. Os dois decidem, então, que Zé deverá atropelar Serafina de carro.

A ex-secretária vai ao cinema com Dino (Bruno Bezerra) e ambos pegam Milton (Felipe Lima) e Raquel (Marina Stacciarini) abraçados juntinhos. A jovem roda a baiana e fica louca de vontade de chegar logo em casa e aconselhar a irmã, Terezinha (Sabrina Petraglia), a deixar o noivo safado de uma vez. Mas mal sabe Rosa que um assassino está de tocaia esperando-a na saída da sessão.