CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Produtor de Hollywood é preso acusado de criar rede de prostituição internacional

Se condenado, ele pode ter pena de até 50 anos na prisão

Por Da Redação Atualizado em 16 jul 2021, 14h20 - Publicado em 16 jul 2021, 14h19

O produtor Dillon Jordan, que trabalhou em filmes como A Professora do Jardim de Infância e Billy The Kid – O Fora da Lei, foi preso ontem (15) após ser acusado de lavagem de dinheiro e de criar uma rede internacional de prostituição. A fiança foi estabelecida em 150 mil dólares.

Segundo as autoridades norte-americanas, o produtor usava suas empresas de eventos e de produção de filmes para esconder as operações ilegais. Jordan teria começado o esquema de prostituição em 2010. Ele tinha uma rede de mulheres que oferecia para clientes em todos os Estados Unidos e também possuía um acordo no Reino Unido para trocar referências e pedidos específicos.

Se condenado, o produtor pode receber pena de 50 anos. Atores como Maggie Gyllenhaal, Ethan Hawke, Chris Pratt, entre outros que já estrelaram os filmes de Jordan ainda não se pronunciaram.

Continua após a publicidade

Publicidade