Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Personagem de Letícia Sabatella é a nova Flora do horário nobre

A atriz comemora a primeira vilã de sua carreira: Yvone, de Caminho das Índias

Por Redação M de Mulher
Atualizado em 21 jan 2020, 09h18 - Publicado em 16 fev 2009, 21h00

“Yvone é diferente de tudo o que já fiz. É um grande desafio que estou enfrentando”, conta Letícia Sabatella
Foto: Fernanda Fernandes

É muito comum ver um ator afirmando que não importa o tamanho do papel, e sim a qualidade do personagem. Faz sentido. Mas se tem algo que deixa qualquer um empolgadíssimo é a oportunidade de fazer um vilão. Aos 36 anos, Letícia Sabatella não esconde a satisfação de poder interpretar a primeira megera de seus 18 anos de carreira. “Yvone é diferente de tudo o que já fiz. Ela é fria e calculista. É um grande desafio que estou enfrentando”, comemora a bela. Cansada de fazer tantas heroínas na televisão, a atriz vibra com o novo trabalho em Caminho das Índias. “Adoraria até fazer uma indiana, porque elas têm uma cultura com a qual me identifico bastante. Mas eu precisava voltar com algo muito diferente”, avalia. A última novela de Letícia foi Desejo Proibido (2007), na qual ela vivia a melancólica Ana e contracenava também com Alexandre Borges, seu par na atual trama das 9. “Quando Gloria me convidou, tinha duas opções de personagens para mim, sendo que uma delas era para compor o núcleo indiano. Eu amei fazer O Clone (2001), mas fui bem sincera com ela e disse que cansei de desempenhar boas moças que vivem rezando”, desabafa. Empenhada em fazer bonito num dos papéis mais complexos de sua carreira, Letícia tem contado com a ajuda de terapeutas para traçar o perfil de Yvone. “Ela é mau-caráter. Não mede esforços para conseguir o que quer. Apesar de já ter esbarrado com algumas pessoas com esses traços horríveis de personalidade, é algo muito distante da minha realidade”, comenta. Não dá para negar que o fardo de Letícia é muito grande, afinal, a mineira de Belo Horizonte precisa simplesmente fazer com que os espectadores esqueçam Flora, de A Favorita, a maior vilã da TV brasileira. “Não penso nisso. Apesar de as duas terem transtornos psicológicos, são muito diferentes. Não desenvolvo uma personagem em cima de comparações com ninguém”, diz. Letícia faz questão de levar uma vida discreta e longe dos holofotes. Pelo menos até se envolver com o dom-juan André Gonçalves, que também está no elenco de Caminho das Índias. Os dois começaram a namorar em Dubai, nos Emirados Árabes, onde gravaram suas primeiras cenas da novela. Ela não fala sobre a relação, mas amigos garantem que os dois estão muito felizes. Bem… muitas felicidades ao casal!

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.