Paolla Oliveira nega ter perdoado cinegrafista que vazou suas fotos

Atriz desmentiu os comentários que circulavam a respeito do caso e disse que o processo continua correndo na Justiça

A atriz Paolla Oliveira, 36 anos, negou as notícias que circulavam na mídia de que ela teria perdoado o funcionário da TV Globo que divulgou fotos suas nua no set de gravação da série Assédio em março deste ano. Na última quarta-feira (16), Paolla informou que o processo segue correndo na justiça em conjunto com a emissora.

Durante a coletiva de imprensa de Belissíma, novela que volta ao ar no Vale a pena ver de novo, a atriz esclareceu os boatos. “Não houve perdão! As pessoas falam o que querem. O processo continua. O que houve foi a possibilidade de serem abertos dois processos. A casa corre junto comigo em um. No segundo, eu ia falar do mesmo assunto, usando profissionais especializados para tratar desse e de outros temas femininos, casos horríveis. Mas achei injusto segurar toda essa Justiça, que já é tão demorada e complicada, para seguir com dois processos para mim”, explicou.

Quando as fotos vazaram, há cerca de três meses, Paolla usou sua conta no Instagram para falar sobre o caso, confira a postagem:

ATÉ QUANDO? Até quando a invasão da privacidade de um ser humano, o desrespeito a um ambiente de trabalho e a atitude desonesta de trair a confiança de colegas de trabalho serão tratados como um ato de esperteza em nossa sociedade? Esta é a pergunta que me faço e gostaria de compartilhar com todos. Sou atriz e estou trabalhando em uma série que se chama Assédio, uma produção da Globo com a O2Filmes. Em um ambiente controlado, fechado e profissional, um criminoso (não há outra palavra que o defina – pois o que foi feito é crime) resolveu fazer fotos clandestinas de um momento mais sensual da série e divulgar em redes sociais. O que para mim é trabalho se transformou em oportunidade para alguém tentar tirar vantagens. O que esta pessoa ganhou com isso? Dinheiro, fama, cliques, likes, popularidade? Pouco importa. Pois o que ele (ou ela) fez para obter isso é crime previsto na lei. Em um momento em que todos estamos buscando uma sociedade mais correta, não há mais espaço para considerarmos esperteza o que é um desrespeito. As autoridades já foram acionadas para que esta atitude seja punida exemplarmente, e qualquer pessoa possa trabalhar dignamente, sem correr o risco de ter a sua intimidade exposta, explorada, desrespeitada por invasores, covardes e criminosos. #AteQuando

A post shared by Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) on

Mais lidas: Filho de Alessandra Negrini e Murilo Benício rouba a cena ao lado da mãe

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s