Oito momentos loucos que aconteceram no Oscar

Uma boa cerimônia precisa de um acontecimento diferente, curioso... Esses aqui ficaram na memória!

Este ano acontece a 90ª cerimônia do Oscar, a premiação de cinema americana que reúne grandes atrizes e atores. Com tantos anos de história, é óbvio que aconteceram episódios curiosos e até bizarros. Relembramos aqui sete momentos que valem ser revisitados.

  1. Uma índia ocupou o lugar de Marlon Brando

 (*/CLAUDIA)

Há 45 anos, quando Marlon Brando foi premiado pela atuação em O Poderoso Chefão, ele faltou à cerimônia. Em seu lugar, mandou uma indígena americana e ativista, Sacheen Littlefeather. Ela leu apenas um trecho de carta que Marlon havia escrito pedindo a inclusão da comunidade indígena no audiovisual e, depois, nos bastidores, leu a carta completa para imprensa. 

2) Os criadores de South Park foram ao evento com vestidos imitando o de atrizes em anos anteriores

 (*/Getty Images)

Trey Parker e Matt Stone já admitiram que foram ao Oscar, em 2000, loucos de ácido. Mas os figurinos foram pensados antes. Eles usaram cópias de vestidos da cantora e atriz Jennifer Lopez (o verde) e da vencedora de 1999, Gwyneth Paltrow.

 

3) O discurso mais longo do Oscar levou à criação da regra de 45 segundos para agradecer depois de ganhar o prêmio

 (Oscar.org/CLAUDIA)

Em 1943, Greer Garson levou o prêmio de Melhor Atriz por sua atuação em Rosa da Esperança. Naquela época, era normal só agradecer rapidamente (o que levava a uma cerimônia bem mais curta – ufa!). Greer falou por mais de cinco minutos sem parar. Era o último prêmio a ser entregue e já passava da meia-noite. Depois disso, a academia instituiu a regra de 45 segundos, aumentando a música-ambiente para forçar a pessoa a deixar o palco.

 

4) Os seis empates – o último foi em 2013

 (Taylor Hill/CLAUDIA)

A primeira vez que aconteceu um empate foi em 1932, no prêmio de Melhor Ator. Dividiram a estatueta Fredric March e Wallace Beery. Depois, se repetiu em Melhor Documentário Curta-Metragem, em 1950, Melhor Atriz (Katharine Hepburn e Barbra Streisand), em 1969, Melhor Documentário, em 1987, Melhor Curta-Metragem, em 1995, e, por fim, Melhor Edição de Som, em 2013.

 

5) Roberto Benigni subiu nas cadeiras do teatro

 (*/CLAUDIA)

O italiano recebeu o prêmio de Melhor Ator por A Vida é Bela, em 1999, e não aguentou a emoção: subiu na cadeira do teatro, surpreendendo a todos.

 

6) Fernanda Montenegro concorreu como Melhor Atriz

Em 1999, tivemos uma representante brasileira no Dorothy Chandler Pavillion, em Los Angeles. Fernanda Montenegro concorreu ao Oscar de Melhor Atriz por Central do Brasil. Ela perdeu para Gwyneth Paltrow, por Shakespeare Apaixonado.

 (*/CLAUDIA)

 

7) Jennifer Lawrence cai na escadaria do palco

 (*/Getty Images)

Em 2013, Lawrence foi anunciada como vencedora na categoria de Melhor Atriz por O Lado Bom da Vida. Ao subir as escadas para buscar o prêmio, ela tropeçou no vestido e caiu. Visivelmente envergonhada, ela abriu o discurso falando: “Vocês estão de pé aplaudindo só porque eu caí”. 

8) La La Land foi anunciado como ganhador de Melhor Filme, mas não era

O erro aconteceu por causa de uma troca de envelopes. Os atores Warren Beatty e Faye Dunaway, encarregados de entregar o prêmio de Melhor Filme, abriram o envelope e viram um papel com o nome de Emma Stone, de La La Land. Beatty pareceu ficar surpreso, mas se manteve calado e passou o envelope a Dunaway. A atriz informou em voz alta, erroneamente, a vitória de La La Land. O filme vencedor foi Moonlight.

 

Leia também: Giba do vôlei não paga pensão dos filhos, diz ex-mulher