Luiza Brunet acusa ex-companheiro de agressão: “É doloroso ter que me expor”

Em entrevista ao jornal 'O Globo', a modelo afirma que foi espancada por Lírio Parisotto

Em entrevista à coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo, a modelo e atriz Luiza Brunet falou sobre o fim de seu relacionamento com o empresário Lírio Albino Parisotto. Ela revelou que estava sendo vítima de agressões.

Segundo ela, o estopim aconteceu na madrugada do dia 21 de maio, quando ele a espancou em seu apartamento, em Nova York. 

Luiza contou que a briga começou no restaurante onde o casal jantava com alguns amigos. O empresário teria se exaltado com um pergunta sobre a ideia de ir até uma exposição de fotos. Muito irritado, Lírio disse que não queria ser confundido com o ex-marido da Luiza, como já aconteceu outras vezes.

“Fui para Nova York acompanhá-lo para o evento Homem do Ano. Saímos do restaurante e pegamos um Uber. Ao chegar ao apartamento, ele me deixou dentro do carro e subiu”, disse ao jornal. Logo depois, Luiza conta que o empresário a atacou com xingamentos antes de dar um soco em seu olho, seguido de chutes. Ela teve quatro costelas quebradas.

“Eu sempre tive uma família estruturada e sempre fui discreta em minha vida pessoal. É doloroso aos 54 anos ter que me expor dessa maneira. Mas eu criei coragem, perdi o medo e a vergonha por causa da situação que nós, mulheres, vivemos no Brasil. É um desrespeito em relação à gente. O que mais nos inibe é a vergonha. Há mulheres com necessidade de ficar ao lado do agressor por questões econômicas, porque está acostumada ou mesmo por achar que a relação vai melhorar”, relatou à publicação. Ela voltou ao Brasil e a queixa de agressão foi representada no Ministério Público de São Paulo com o laudo de corpo de delito do IML feito por ela.

No dia 8 de junho, a atriz publicou em seu Instagram a imagem de uma mulher com hematomas e incentivou as mulheres a denunciarem as agressões sofridas: “Não tenha medo de fazer denúncia 180. Esta é uma campanha que vou abraçar ! Ajudar mulheres a perder o medo”, escreveu na legenda.