Jane Fonda brilha no palco do Oscar ao fazer protesto silencioso

Um casaco vermelho foi o suficiente para que Jane Fonda levasse seu posicionamento político ao palco do Oscar.

Vencedora de dois Oscars nos anos 1970, Jane Fonda foi a responsável por anunciar o mais aguardado prêmio da noite na cerimônia do último domingo (9) – Melhor Filme. “Parasita” foi o grande vencedor, surpreendendo a todos, mas Jane também brilhou.

Veja também

Ela subiu ao palco com um casaco vermelho na mão – e não era qualquer casaco. A peça é usada por Jane em protestos pelo meio ambiente, que acontecem sempre às sextas-feiras. A atriz faz parte do movimento Fire Drill Fridays e já foi presa diversas vezes por conta desses protestos. Com isso, é hoje uma das celebridades americanas mais influentes no campo do ativismo ambiental.

O icônico casaco vermelho tem um significado todo especial na trajetória de Jane como militante. A atriz declarou que essa era a última peça de roupa que ela compraria na vida.

Seguindo o protocolo ecológico, Jane reutilizou um vestido para subir ao palco do Oscar. O estonteante longo  assinado por Elie Saab foi usado por Jane no Festival de Cannes, em 2014.

 (Kevin Winter/Getty Images)

O que também chamou a atenção foi o novo cabelo da atriz. Durante décadas, ela foi adepta do loiro “natural” para tingir os fios. No último domingo, porém, ostentou cabelos grisalhos pela primeira vez em um evento importante.

Atualmente, a estrela tem 82 anos. Seu trabalho mais recente é a série “Grace and Frankie”. Produzida pela Netflix, a atração conta com seis temporadas e será encerrada em 2021, na sétima.

 (Kevin Winter/Getty Images)

%d blogueiros gostam disto: