Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Irmã de Britney Spears discute com fã sobre a tutela da cantora

Jamie Lynn pediu que os fãs entendam a família e que estão cuidando do bem-estar da estrela

Por Da Redação - Atualizado em 22 jul 2020, 19h23 - Publicado em 22 jul 2020, 17h00

“Sem piadas agora. Eu dediquei a minha carreira para oferecer educação e informação sobre a disfunção bipolar então estou muito preocupada com o que tenho visto. Opiniões pessoais sobre uma pessoa à parte, um episódio maníaco não é uma piada. Se não pode oferecer sua compreensão ou simpatia, ofereça seu silêncio”.

E foi esse post que Jamie Lynn Spears, irmã da de Britney Spears, tentou usar para silenciar os fãs da cantora, que tomaram as redes sociais e pedem pela liberdade e autonomia de Britney sobre sua própria vida.

“Se você lida com transtorno mental ou se importa com alguém lutando contra transtorno mental, então você sabe o quanto é importante ter respeito pela privacidade dessa pessoa e da família tentando proteger os seus mais queridos, não importa como possa parecer para o público e como com o público devemos fazer o mesmo. Eu rezo que isso [o post] não traga vergonha para qualquer pessoa que batalhe contra transtorno mental, você não está sozinha, você é amada. Mando todo meu carinho e orações para todos vocês ♥️”, escreveu Jamie Lynn Spears.

Lynn deu uma resposta agressiva sobre as cobranças de esclarecimentos sobre o verdadeiro estado da irmã famosa. “Você não tem o direito de assumir nada sobre a minha irmã e eu não tenho NENHUM direito de falar da saúde DELA e questões pessoais.  Ela é forte, badass, uma mulher irrefreável, e isso é a única coisa que é ÓBVIO”, respondeu a um dos fãs.

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

👆🏻👏🏻👆🏻👏🏻👆🏻. “If you can’t offer understanding or sympathy, offer your silence”- HALSEY. If you deal with mental illness or care for someone dealing with mental illness, then you know how important it is to respect the situation with privacy for the person, and the family trying to protect their loved ones, no matter how it may appear to the public, and as the public we must learn to do the same. I pray this doesn’t bring shame to anyone dealing with mental illness, you are not alone, and you are loved. Sending all my love and prayers to all of you♥️

A post shared by Jamie Lynn Spears (@jamielynnspears) on

Continua após a publicidade

Os admiradores de Britney têm manifestado preocupação com o bem-estar da estrela, que está sob tutela há 12 anos. O pai da cantora, Jamie Spears, controlou todas as ações e negócios de Britney até o final de 2019, quando se afastou por questões médicas. Ele já foi acusado por abuso infantil que envolve os filhos da cantora.

A disfunção bipolar também tem sido um dos assuntos mais polêmicos sobre o cantor Kanye West e Kim Kardashian. O rapper já passou por internação e assumiu sua condição de saúde, que é explorado diariamente na mídia americana. Hoje (22), Kim fez uma pelo parecido com o de Lynn, pedindo compreensão e apoio às famílias que lutam com parentes diagnosticados como bipolares. Britney assumiu a bipolaridade no documentário ‘I am Britney Jean’, em 2012. “Torno-me numa pessoa diferente. Tenho transtorno bipolar“, revelou ela.

Essa semana Britney colocou sua mansão de Los Angeles, com 1,5 mil metros quadrados, seis quartos, sete banheiros, quintal, piscina de água salgada, área de lazer, cinema, sala de estar, cozinha gourmet e escritório à venda. O imóvel é avaliado em 35 milhões de dólares.

A campanha #freebritney segue ativa nas redes sociais.

Publicidade