‘Braço direito’ de Meghan Markle pede demissão

É a terceira assessora pessoal de Meghan que decide deixar o cargo nos últimos meses

Meghan Markle vai sofrer mais uma baixa em sua equipe pessoal. Amy Pickerill, que foi indicada para ser assessora pessoal da Duquesa de Sussex no ano passado, pediu demissão e deve deixar o cargo nos próximos meses.

Pickerill é a terceira assessora pessoal de Meghan que decide deixar o cargo nos últimos meses. Em novembro, Melissa Touabti também pediu demissão, após seis meses do casamento de Meghan com Harry. O mesmo aconteceu com Samantha Cohen, que era funcionária do Palácio de Kensington há mais de 17 anos.

Veja também: Meghan sofre ataques racistas e palácio monta equipe de monitoramento 

Segundo o Daily Mail, Amy Pickerill foi fundamental na transição da vida de atriz de Meghan para sua vida na realeza. Além disso, ajudou a duquesa organizando diversos eventos de caridade, inclusive seu livro de receitas, que foi publicado para ajudar as famílias das vítimas afetas pelo incêndio na Torre Grenfell, em Londres.

 (@andyssalon/Instagram)

Uma amiga da ex-assistente insiste que ela e Meghan se dão muito bem e que não houve qualquer tipo de desentendimento entre as duas.  Amy inclusive aceitou ficar com o casal até o nascimento de seu bebê e ajudar com a mudança para a nova casa, no Frogmore Cottage.

“É muito triste para seus colegas, já que ela é um membro realmente popular do staff. Ela concordou em ficar para ajudá-los com o nascimento do bebê e organizar sua nova residência real, mas depois vai sair em definitivo“, contou uma fonte do site.

Leia mais: Temperamental? Mais um funcionário de Meghan Markle pede demissão
+ Conheça a loja de sapatos em SP que é queridinha de Meghan Markle