Valéria Valenssa revela depressão após deixar de ser a Globeleza

A dançarina encerrou o contrato com a Globo em 2004 após quatorze anos de trajetória

A mais conhecida Globeleza, Valéria Valenssa, 46 anos, exibiu por 14 anos o seu talento e desenvoltura para a dança na vinheta de Carnaval da Rede Globo. Depois da sua saída influenciada pela emissora, a dançarina revela que não queria ter parado.

Na verdade, eu queria ter feito mais dois anos. Tive os dois filhos, fiz pela última vez e queria ter feito mais dois anos, mas eles interromperam meu desejo”, contou a dançarina para a apresentadora Antônia Fontenelle em seu canal no Youtube.

Leia também: Como a dança ajuda a combater a depressão

View this post on Instagram

#valériavalenssa a eterna #globeleza

A post shared by Evaldiano de Sousa (@evaldianodesousa) on

Valéria foi a Globeleza entre 1991 e 2004. Durante a conversa, ela relembrou o começo da carreira. “O trabalho de Globeleza foi a realização de um sonho, eu queria ser Chacrete do Chacrinha. As pessoas tinham o desejo de saber como seria a pintura, como eu ia aparecer. Eu desfilava em São Paulo, Rio, Salvador, isso me deu muita popularidade.” 

Depois de sua saída da Globo, Valéria declarou que se afundou em um estado depressivo muito forte. “Quando fui mandada embora da Globo, entrei em depressão profunda. Eu não estava preparada. Na vida a gente quer sempre ganhar. Eu tinha tudo, marido, filhos, um bom emprego, uma boa casa, mas não estava preparada para aquele momento”. 

Ela acredita que a força para superar a doença foi a sua fé evangélica e o amor de seus dois filhos com o designer Hans Doner, o criador da Globeleza. 

Leia sobre:  6 exercícios de mindfulness para levar a vida com mais leveza

Assista à conversa: