Erich Pelitz, o Zac Efron brasileiro

Confira uma bate-papo com o gato de Malhação ID que tem levado as meninas ao delírio

Erich Pelitz arrasa corações no papel 
do bom-moço Victor, em Malhação
Foto: Divulgação

Ele sonhava ser jogador de futebol ou policial… Por acaso, se tornou ator e descobriu a verdadeira vocação! Erich Pelitz, 18 anos, o bom-moço Victor de “Malhação ID”, anda arrasando corações. 

No ar desde novembro, o gatinho se jogou com a cara e a coragem no papel e se tornou uma das pontas do triângulo amoroso formado por Cristiana (Cristiana Peres) e Bernardo (Fiuk). Ser co-protagonista é um desafio e tanto para um estreante! 

“Como nunca havia atuado, fiquei preocupado quando descobri que teria um romance com a mocinha da história. Mas hoje vejo isso como uma oportunidade de mostrar meu trabalho. Tenho estudado bastante, pois quero corresponder às expectativas”, disse Erich. 

Na entrevista, o lindinho, que vem sendo comparado ao ator norte-americano Zac Efron, de “High School Musical”, fala da carreira, paquera e muito mais!

No início…
“Participei de alguns comerciais e posei para fotos quando criança, mas a carreira de ator rolou por acaso. Minha adolescência em São Paulo era só de estudo e futebol. Treinava no São Paulo e sonhava ser atleta profissional. Só que, aos 16 anos, percebi que não era bem o que queria. 

Aí, comecei a fazer cursinho para entrar na Academia de Polícia Militar do Barro Branco. Tinha mudado de ideia: ia ser PM. Mas, aí, em 2009 pintou a novela! Quando recebi a notícia de que tinha passado no teste para o Victor, estava na casa da minha ex-namorada e fiquei em êxtase! Parecia mentira! Meus pais ficaram superfelizes também.”

Correndo atrás…
“Sou muito esforçado. E como nunca estudei nada relacionado a artes cênicas, estou correndo atrás para mostrar que mereço a oportunidade que me deram. Faço aulas todos os dias com uma fonoaudióloga e com uma preparadora de elenco.”

Saudade de casa
“Mudar de cidade foi uma decisão difícil no começo. Eu nunca tinha visitado o Rio e muito menos morado sozinho. Já havia viajado para jogar futebol, mas nada que passasse de uma semana. A saudade de casa é enorme, e da família, nem se fale! Aos poucos vou me acostumando com a nova vida, profissão, lar e amigos. E mudar tem seu lado bom. Estou aprendendo a ser responsável de verdade.”

Fama
“É bem legal você trabalhar e ser reconhecido. Para mim, essa euforia das fãs é bacana! Lógico que com limites, né?” 

Livre e solto!
“Estou solteiro. E dependendo do meu humor e do dia, às vezes vou às baladas e gosto de dar uma paquerada… Uma vez por semana me junto aos bons e novos amigos e saímos para nos divertir. Chamo o Murilo Couto, Caio Castro, Marina Molina… e a gente aproveita!”

Há chance, meninas!
“Meu tipo de mulher? Todas (risos)! Não tenho um tipo específico. Gosto das bem-humoradas, com senso de humor.”

Hollywood
“Quando as fãs me comparam ao Zac Efron, me sinto bem por que o considero um ótimo ator.”