Emmy 2017: os indicados e nossas apostas ao prêmio da TV dos EUA

Em sua 69ª edição, o Emmy Awards acontece hoje à noite em Los Angeles

Depois de premiar as categorias técnicas e especiais no fim de semana passado, finalmente chegou a hora de o Emmy Awards 2017 anunciar os melhores do último ano na TV dos EUA. A cerimônia de premiação do 69º Emmy Awards acontece na noite deste domingo (17) em Los Angeles. A apresentação fica por conta Stephen Colbert, host do “Late Show”, um dos mais tradicionais talk shows norte-americanos (e do mundo).

A série dramática “Westworld” e o programa de comédia “Saturday Night Live” lideram as indicações, com 22 cada. Com seis indicações de atrizes e atores, “FEUD: Bette and Joan” também se destaca na edição deste ano. Ah, e não se espante por “Game of Thrones” não concorrer a nada: é que, neste ano, a série começou depois do prazo exigido pelo Emmy.

São tantas produções legais e artistas incríveis disputando as estatuetas que é impossível não tentar adivinhar os vencedores e torcer pelo menos um pouquinho. Aqui no MdeMulher temos nossas apostas e torcidas para os premiados da noite. Veja se você concorda:

Série Dramática

Indicados:

“Better Call Saul”

“The Crown”

“The Handmaid’s Tale”

“House of Cards”

“Stranger Things”

“This Is Us”

“Westworld”

Quem apostamos que vai ganhar:The Crown”. A megaprodução da Netflix já faturou o Globo de Ouro e é impecável: trama, atuações, produção, figurino… não tem defeitos! Deve levar mais um dos grandes prêmios no Emmy.

Quem gostaríamos que ganhasse:The Handmaid’s Tale”. A série merece, por tocar em um tema tão atual e espinhoso como a questão das mulheres na sociedade. Achamos também que “Stranger Things”, apesar de não ter muitas chances, seria um lindo azarão.

Série de Comédia

Indicados:

“Atlanta”

“black.ish”

“Master of None”

“Modern Family”

“Silicon Valley”

“Unbreakable Kimmy Schmidt”

“Veep”

Quem apostamos que vai ganhar:Veep” deve levar o prêmio pela sexta vez seguida. A série protagonizada por Julia Louis-Dreyfus trata com um humor muito refinado a questão política dos EUA, e isso é algo de que os americanos gostam demais.

Quem gostaríamos que ganhasse:Veep”. É um prêmio merecido, já que a série manteve nesta mais recente temporada a excelência que vem desde seu primeiro episódio. Também ficaríamos felizes se “Atlanta”, que levou o Globo de Ouro deste ano, ganhasse.

Minissérie ou Filme

Indicados:

“Big Little Lies”

“Fargo”

“FEUD: Bette and Joan”

“Genius”

“The Night Of”

Quem apostamos que vai ganhar:Big Little Lies”. Estrelada por algumas das maiores atrizes de Hollywood – Reese Witherspoon e Nicole Kidman, além da estrela em ascensão Shailene Woodley –, a série teve ótima receptividade de público e de crítica e gerou buzz, o que é importante para a indústria do entretenimento.

Quem gostaríamos que ganhasse:FEUD”. A série estreou em grande estilo, retratando a maior rixa hollywoodiana de todos os tempos, entre Bette Davis e Joan Crawford, e merece este reconhecimento. As atuações, a cenografia e os detalhes históricos são irretocáveis.

“Big Little Lies” é a favorita para o prêmio de melhor minissérie ou filme no Emmy 2017

“Big Little Lies” é a favorita para o prêmio de melhor minissérie ou filme no Emmy 2017 (Divulgação/Divulgação)

Ator em Série de Comédia

Indicados:

Anthony Anderson, por “black-ish”

Aziz Ansari, por “Master of None”

Zach Galifianakis, por “Baskets”

Donald Glover, por “Atlanta”

William H. Macy, por “Shameless”

Jeffrey Tambor, por “Transparent”

Quem apostamos que vai ganhar: Jeffrey Tambor. Ele é um monstro da comédia e já ganhou nos dois últimos anos por seu papel de pai/mãe transgênero em “Transparent”. O Emmy deve manter a tradição.

Quem gostaríamos que ganhasse: Jeffrey Tambor, porque damos muitas risadas com a relação entre Maura (sua personagem) e os filhos, ou Donald Glover, que fez uma excelente temporada em “Atlanta”.

Atriz em Série de Comédia

Indicadas:

Pamela Adlon, por “Better Things”

Jane Fonda, por “Grace and Frankie”

Allison Janney, por “Mom”

Ellie Kemper, por “Unbreakable Kimmy Schmidt”

Julia Louis-Dreyfus, por “Veep”

Tracee Ellis Ross, por “black-ish”

Lily Tomlim, por “Grace and Frank”

Quem apostamos que vai ganhar: Julia Louis-Dreyfus, pela sexta vez. Sua interpretação da vice-presidente dos EUA é incrível e muito superior à de todas as outras concorrentes. Tracee Ellis Ross, no entanto, corre por fora na disputa, pois levou o Globo de Ouro desta categoria neste ano.

Quem gostaríamos que ganhasse: Julia Louis-Dreyfus, por todos os motivos já falados sobre “Veep”, ou Ellie Kemper, que fica mais perfeita a cada episódio de “Unbreakable Kimmy Schmidt” – seu desenvolvimento na terceira temporada foi visível.

Ator em Série Dramática

Indicados:

Sterling K. Brown, por “This Is Us”

Anthony Hopkins, por “Westworld”

Bob Odenkirk, por “Better Call Saul”

Matthew Rhys, por “The Americans”

Liev Schreiber, por “Ray Donovan”

Kevin Spacey, por “House of Cards”

Milo Ventimiglis, por “This Is Us”

Quem apostamos que vai ganhar: Anthony Hopkins. Será uma surpresa MUITO grande se ele não for premiado por seu perfeitíssimo Dr. Robert Ford, de “Westworld”. Além disso, Hopkins é sinônimo de prêmio.

Quem gostaríamos que ganhasse: Anthony Hopkins, que realmente merece mais esta estatueta para sua coleção, ou Liev Schreiber, que vem sendo indicado ano após ano ao prêmio de melhor ator no Emmy e no Globo de Ouro por seu excelente personagem-título de “Ray Donovan”. Entendemos que disputar com Hopkins é complicado, mas uma hora esse prêmio tem que sair para Schreiber, por favor!

Atriz em Série Dramática

Indicadas:

Viola Davis, por “How to Get Away With Murder”

Claire Foy, por “The Crown”

Elisabeth Moss, por “The Handmaid’s Tale”

Keri Russell, por “The Americans”

Evan Rachel Wood, por “Westworld”

Robin Wright, por “House of Cards”

Quem apostamos que vai ganhar: Viola Davis. Se ganhar, entrará em um seleto grupo de artistas que ganhou Oscar, Globo de Ouro e Emmy no mesmo ano. O Emmy deve dar esse prazer a ela, que vem se destacando tanto em filmes e na série HTGAWM. Mas não podemos subestimar Claire Foy, que ganhou o Globo de Ouro de 2017 nesta categoria.

Quem gostaríamos que ganhasse: Elisabeth Moss. Atriz principal e produtora executiva de “The Handmaid’s Tale”, dá para ver que ela deu o sangue pela série. Seria um belo reconhecimento por ter levantado mais uma vez o debate sobre o papel da mulher na sociedade.

Elisabeth Moss em “The Handmaid’s Tale”: achamos que ela merece o prêmio por ter realizado e protagonizado uma série com temática tão importante

Elisabeth Moss em “The Handmaid’s Tale”: achamos que ela merece o prêmio por ter realizado e protagonizado uma série com temática tão importante (Divulgação/Divulgação)

Ator em Minissérie ou Filme

Indicados:

Riz Ahmed, por “The Night Of”

Benedict Cumberbatch, por “Sherlock: The Lying Detective”

Robert De Niro, por “The Wizard of Lies”

Ewan McGregor, por “Fargo”

Geoffrey Rush, por “Genius”

John Turturro, por “The Night Of”

Quem apostamos que vai ganhar: Robert De Niro. A regra é clara: quando existe a chance de premiar Robert De Niro, se premia Robert De Niro. A academia adora dar estátuas para ele. E sua atuação em “The Wizard of Lies” faz jus a mais um discurso de agradecimento.

Quem gostaríamos que ganhasse: Ewan McGregor, que se transformou fisicamente e fez um belíssimo papel duplo em “Fargo” (a gente mal lembrava que ele era o nosso amado Renton, de “Trainspotting”, quando o via em cena em “Fargo”), ou Riz Ahmed, que arrasa em “The Night Of” e está em alta em Hollywood.

Atriz em Minissérie ou Filme

Indicadas:

Carrie Coon, em “Fargo”

Felicity Huffman, em “American Crime”

Nicole Kidman, “Big Little Lies”

Jessica Lange, por “FEUD: Bette and Joan”

Susan Sarandon, por “FEUD: Bette and Joan”

Reese Witherspoon, por “Big Little Lies”

Quem apostamos que vai ganhar: Nicole Kidman, que foi muitíssimo elogiada pela crítica ao longo da exibição de “Big Little Lies” e vem se consolidando como uma atriz forte e poderosa em Hollywood, ou Jessica Lange, que conseguiu se destacar dividindo cena com ninguém menos que Susan Sarandon em “FEUD”.

Quem gostaríamos que ganhasse: Nicole Kidman. Ela pode ter dado alguns tropeços nos primeiros anos de sua carreira, mas de um tempo para cá tem escolhido seus papeis com muito critério e apresentado um trabalho de altíssimo nível em todas as atuações. Sem contar que ela foi claramente o destaque de “Big Little Lies”.

Ator Coadjuvante em um Drama

Indicados:

Jonathan Banks, por “Better Call Saul”

Mandy Patinkin, por “Homeland”

Michael Kelly, por “House of Cards”

David Harbour, por “Stranger Things”

John Lithgow, por “The Crown”

Ron Cephas Jones, por “This Is Us”

Jeffrey Wright, por “Westworld”

Quem apostamos que vai ganhar: John Lithgow. Ele está perfeito como Winston Churchill em “The Crown”. Além disso, é uma chance de a academia fazer história: se Lithgow ganhar, será a primeira vez que um prêmio de ator coadjuvante em drama irá para uma interpretação de pessoa que realmente existiu.

Quem gostaríamos que ganhasse: Jeffrey Wright, por ter feito seu personagem se destacar espantosamente nos episódios finais da primeira temporada de “Westworld”. O crescente de sua atuação realmente chamou a atenção.

Atriz Coadjuvante em um Drama

Indicadas:

Uzo Aduba, por “Orange Is The New Black”

Millie Bobby Brown, por “Stranger Things”

Ann Dowd, por “The Handmaid’s Tale”

Samira Wiley, por “The Handmaid’s Tale”

Chrissy Metz, por “This Is Us”

Thandie Newton, por “Westworld”

Quem apostamos que vai ganhar: Thandie Newton. Na pele da robô Maeve, ela costurou a pano de fundo de “Westworld” e foi em boa parte responsável pelo bom desenrolar da trama. Se não houvesse uma boa atuação ali, a primeira temporada da série poderia não ter sido excelente como foi.

Quem gostaríamos que ganhasse: Thandie Newton. Ela nos cativou como a robô Maeve e nos ajudou a entender o que estava acontecendo em “Westworld” do terceiro episódio em diante. Mas se Millie Bobby Brown ganhar uma estatueta por “Stranger Things” vamos gostar bastante também – ela é a grande revelação do ano no TV.

Millie Bobby Brown foi uma grande revelação em “Stranger Things”

Millie Bobby Brown foi uma grande revelação em “Stranger Things” (Divulgação/Divulgação)

Ator Coadjuvante em uma Comédia

Indicados:

Louie Anderson, por “Baskets”

Ty Burrell, por “Modern Family”

Alec Baldwin, por “Saturday Night Live”

Tituss Burgess, por “Unbreakable Kimmy Schmidt”

Tony Hale, por “Veep”

Matt Walsh, por “Veep”

Quem apostamos que vai ganhar: Alec Baldwin. No momento político em que os EUA atravessam, premiar sua interpretação histérica do presidente Donald Trump será como mandar um recado sobre a insatisfação da classe artística com o atual governo. Esse sentimento já foi expressado em discursos no Oscar e no Globo de Ouro, é muito provável que a academia aproveite a chance para reforçar sua posição.

Quem gostaríamos que ganhasse: Alec Baldwin. Deixemos a questão política para os americanos: sua caricatura de Donald Trump foi hilária e rimos muito. Além disso, Alec é uma fera da comédia desde “30 Rock” e achamos que ele merece o reconhecimento. Por outro lado, achamos a atuação de Tituss Burgess em “Unbreakable Kimmy Schmidt” impagável e também merecedora de um Emmy.

Atriz Coadjuvante em uma Comédia

Indicadas:

Leslie Jones, por “Saturday Night Live”

Kate McKinnon, por “Saturday Night Live”

Vanessa Bayer, por “Saturday Night Live”

Kathryn Hahn, por “Transparent”

Judith Light, por “Transparent”

Anna Chlumsky, por “Veep”

Quem apostamos que vai ganhar: Anna Chlumsky. Ela vem sendo indicada desde 2013 para o Emmy de atriz coadjuvante de comédia por “Veep”, e neste ano deve ter seu trabalho finalmente premiado. Além disso, sua atuação foi mais consistente do que a das concorrentes.

Quem gostaríamos que ganhasse: Anna Chlumsky, por ter atingido a perfeição como a assistente Amy Brookheimer, ou Kate McKinnon, por ter usado sua interpretação maravilhosa de Hillary Clinton em “SNL” como uma plataforma para passar mensagens empoderadoras para as mulheres.

Ator Coadjuvante em Minissérie ou Filme

Indicados:

Alexander Skarsgård, por “Big Little Lies”

David Thewlis, por “Fargo”

Alfred Molina, por “FEUD: Bette And Joan”

Stanley Tucci, por “FEUD: Bette And Joan”

Bill Camp, por “The Night Of”

Michael Kenneth Williams, por “The Night Of”

Quem apostamos que vai ganhar: Alfred Molina. O ator esteve na medida como o produtor e diretor de “O Que Terá Acontecido a Baby Jane?”, Robert Aldrich. É possível que seja o prêmio de consolação de “FEUD”.

Quem gostaríamos que ganhasse: O próprio Alfred Molina, já que ele realmente se destacou na série, ou Alexander Skarsgård, que surpreendeu quem estava esperando uma atuação semelhante à dele em “True Blood”.

Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Filme

Indicadas:

Regina King, por “American Crime”

Shailene Woodley, por “Big Little Lies”

Laura Dern, por “Big Little Lies”

Judy Davis, por “FEUD: Bette And Joan”

Jackie Hoffman, por “FEUD: Bette And Joan”

Michelle Pfeiffer, por “The Wizard Of Lies”

Quem apostamos que vai ganhar: Laura Dern. Apesar de Shailene Woodley ter estado mais em evidência durante a divulgação de “Big Little Lies” – ela completa o pôster da série ao lado de Reese Witherspoon e Nicole Kidman –, Laura Dern teve uma atuação muito mais consistente na atração da HBO. E ela é queridinha da academia. Porém não podemos esquecer que Michelle Pfeiffer é uma concorrente de peso, pois fez uma volta em grande estilo em “The Wizard of Lies”, e se tem uma coisa de que Hollywood gosta é de premiar retornos triunfais.

Quem gostaríamos que ganhasse: Laura Dern, porque achamos que ela complementou muito bem e na medida certa o trio principal de “Big Little Lies”; foi aquela coadjuvante que não rouba a cena, mas não sai da cabeça de quem assiste. E não é isso que um/a coadjuvante deve ser?

Reality Show

Indicados:

“The Amazing Race”

“American Ninja Warrior”

“Project Runaway”

“RuPaul’s Drag Race”

“Top Chef”

“The Voice”

Quem apostamos que vai ganhar: “RuPaul’s Drag Race”. Dar um Emmy de melhor reality show é coerente com a premiação técnica do Emmy, que agraciou a atração com três estatuetas na semana passada, inclusive a de melhor apresentador para RuPaul Charles.

Quem gostaríamos que ganhasse: “Ru Paul’s Drag Race”. Ele merece! O reality valoriza a cultura das drag queens, quebra preconceitos, é muitíssimo bem produzido e gera buzz (e memes). Além disso, sua qualidade só melhora a cada temporada que passa.