Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Demi Lovato envia recado ao Brasil sobre a ‘reorientação sexual’

A cantora criticou a polêmica liminar aprovada na última sexta-feira (15).

Por Priscila Doneda - Atualizado em 17 jan 2020, 15h45 - Publicado em 21 set 2017, 13h17

Nesta semana, muitos artistas se manifestaram sobre a liminar que permite que psicólogos ofereçam terapias de “reorientação sexual” aos seus pacientes. Anitta, Carol Duarte, Fernanda GentilPabllo VittarIvete Sangalo e Preta Gil foram algumas das celebridades que falaram sobre essa manobra cruel e perigosa.

O assunto causou polêmica em todo o país e também na internet, ganhando grande repercussão fora dos limites do nosso território. Sabendo da absurda aprovação, Demi Lovato decidiu enviar um recado aos fãs brasileiros.

Demi Lovato cura gay
Demi Lovato/Reprodução/Facebook

“Pensando em você hoje, Brasil. Eu espero que essa decisão errada seja corrigida em breve. Eu amo vocês”, escreveu a estrela no Facebook, incluindo as hashtags #respeito e #amor, em português. Até o momento, a postagem já foi curtida mais de 105 mil vezes e compartilhada por mais de 21 mil usuários.

Aprovada na última sexta-feira (15) pelo juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, a medida garante que os tratamentos de “reorientação sexual” não podem mais ser censurados pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP). Desde 1999, eles são proibidos pela instituição, já que a homossexualidade foi excluída da lista de doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 1990.

Continua após a publicidade

No Twitter, Demi ainda calou os haters ao fazer um comentário referente às notícias de que estaria vivendo um romance com a DJ Lauren Abedini.

https://twitter.com/ddlovato/status/910617275287445505

“Só porque eu me recuso a me rotular por uma manchete não significa que não vou defender aquilo que acredito”, esclareceu a musa.

Publicidade