Charlize Theron fala do trauma de ter visto a mãe matar o pai

"Eu fingia que isso não tinha acontecido. Eu não contei a ninguém", desabafou a atriz

Apesar da alegria contagiante de sempre em cada red carpet que marca presença, a atriz Charlize Theron, 41 anos, carrega uma história triste consigo. A sul-africana guarda traumas da juventude, quando presenciou a mãe matar o pai.

Alcoólatra, o pai de Charlize, Charles Jacobus, tinha um histórico de agressões contra a mãe da atriz, Gerda – além de abusos verbais contra a filha. Em uma noite, quando a vencedora do Oscar de Melhor Atriz de 2004 tinha apenas 15 anos de idade, o pai disparou uma arma dentro do quarto da filha, após chegar bêbado em casa.

Exausta da situação em que a família se encontrava e com medo do que poderia acontecer, Gerda disparou três vezes contra o marido.

Leia mais: Nova lei paulistana amplia o combate à violência contra a mulher

A cena deixou Charlize traumatizada por anos e a fez negar a existência de tal acontecimento. “Eu fingia que isso não tinha acontecido. Eu não contei a ninguém — não queria contar a ninguém. Quando alguém me perguntava, dizia que meu pai tinha morrido em um acidente de carro. Quem quer contar essa história? Ninguém”, desabafou a atriz em entrevista ao radialista Howard Stern.

Leia mais: Esta mulher reconstruiu a vida após ex-namorado matar seus filhos

O assunto só foi resolvido com sessões de terapia. Com a ajuda profissional, Charlize concluiu que o fato de ter convivido a dependência alcoólica diariamente afetou muito mais a sua vida do que a morte do pai. “Não sabia nunca como seria meu dia, e tudo isso dependia se uma outra pessoa ia ou não beber.”

Apesar da tragédia em sua adolescência, Charlize não deixa de admirar e se inspirar em sua mãe. “Eu tenho uma mãe incrível… Ela é uma grande inspiração na minha vida. Ela nunca fez terapia. Então uma mãe que nunca fez terapia estava lidando com algo assim — tentando tirar a sua filha disso. A filosofia dela era: ‘Isso é horrível. Reconheça que é horrível. Agora faça uma escolha. Isso vai te definir? Você vai se afundar ou você vai nadar?”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s