Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Atriz Selma Blair revela que tem esclerose múltipla

Conhecida por atuar em "Segundas Intenções" e "Legalmente Loira", ela tem 46 anos e foi diagnosticada em agosto.

Por Júlia Warken - Atualizado em 16 jan 2020, 06h31 - Publicado em 21 out 2018, 14h06

Selma Blair, atriz conhecida por atuar em filmes como “Segundas Intenções” e “Legalmente Loira”, revelou que está sofrendo de esclerose múltipla. Ela fez um desabafo sobre a doença através do Instagram.

“Eu estou incapacitada. Às vezes eu caio. Eu deixo cair coisas. Minha memória está nebulosa. E meu lado esquerdo está pedindo indicações a um GPS quebrado. Mas estamos seguindo em frente. E eu dou risadas e não sei exatamente o que vou fazer, mas vou fazer o melhor que conseguir”, diz ela.

View this post on Instagram

I was in this wardrobe fitting two days ago. And I am in the deepest gratitude. So profound, it is, I have decided to share. The brilliant costumer #Allisaswanson not only designs the pieces #harperglass will wear on this new #Netflix show , but she carefully gets my legs in my pants, pulls my tops over my head, buttons my coats and offers her shoulder to steady myself. I have #multiplesclerosis . I am in an exacerbation. By the grace of the lord, and will power and the understanding producers at Netflix , I have a job. A wonderful job. I am disabled. I fall sometimes. I drop things. My memory is foggy. And my left side is asking for directions from a broken gps. But we are doing it . And I laugh and I don’t know exactly what I will do precisely but I will do my best. Since my diagnosis at ten thirty pm on The night of August 16, I have had love and support from my friends , especially @jaime_king @sarahmgellar @realfreddieprinze @tarasubkoff . My producers #noreenhalpern who assured me that everyone has something. #chrisregina #aaronmartin and every crew member… thank you. I am in the thick of it but I hope to give some hope to others. And even to myself. You can’t get help unless you ask. It can be overwhelming in the beginning. You want to sleep. You always want to sleep. So I don’t have answers. You see, I want to sleep. But I am a forthcoming person and I want my life to be full somehow. I want to play with my son again. I want to walk down the street and ride my horse. I have MS and I am ok. But if you see me , dropping crap all over the street, feel free to help me pick it up. It takes a whole day for me alone. Thank you and may we all know good days amongst the challenges. And the biggest thanks to @elizberkley who forced me to see her brother #drjasonberkley who gave me this diagnosis after finding lesions on that mri. I have had symptoms for years but was never taken seriously until I fell down in front of him trying to sort out what I thought was a pinched nerve. I have probably had this incurable disease for 15 years at least. And I am relieved to at least know. And share. 🖤 my instagram family… you know who you are.

Continua após a publicidade

A post shared by Selma Blair (@selmablair) on

No post ela também diz que é grata por ainda conseguir trabalhar. A atriz faz parte do elenco de “Another Life”, série da Netflix que está sendo filmada atualmente e estreia em 2019.

“Graças a Deus, à minha força de vontade e à compreensão dos produtores da Netflix, eu tenho um trabalho. Um trabalho maravilhoso”, diz Selma. Ela conta que tem recebido todo o apoio necessário para encarar o desafio.

Continua após a publicidade

Selma tem apenas 46 anos e foi diagnosticada em meados de agosto. Ela revela que provavelmente já convive com a doença há uns 15 anos. “Eu tenho os sintomas há anos, mas nunca havia levado a sério”.

A esclerose múltipla é uma doença crônica em que a cobertura protetora dos nervos é destruída pelo sistema imunológico. Essas lesões causam problemas na comunicação entre o cérebro e o corpo, o que acarreta na perda de visão, dor, fadiga e dificuldades na coordenação motora. A gravidade dos sintomas varia de acordo com cada pessoa.

Não há cura para a esclerose múltipla. Mesmo assim, fisioterapia e medicamentos podem diminuir bastante os sintomas e desacelerar a progressão da doença.

Publicidade