Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

6 lições de vida que precisamos aprender com Jiang Pu, do Masterchef

A cozinheira chinesa que conquistou o coração dos brasileiros demonstrou ter qualidades de sobra ao longo dos episódios. Separamos alguns dos seus lemas que merecem ser levados para a vida toda

Por Fernanda Morelli - Atualizado em 27 out 2016, 23h50 - Publicado em 2 set 2015, 16h02

Não é à toa que Jiang se tornou a queridinha dos telespectadores. Ela consegue manter a calma quando o programa está pegando fogo, leva tudo com bom humor, arranca sorrisos dos mais exigentes jurados e fala frases para lá de fofas. Ok, com pequenos erros de português, mas de uma sabedoria indiscutível! 

Confira algumas lições que ela demonstrou na edição atual de Masterchef e que merecem ser adotadas por todos nós, para uma vida mais tranquila e feliz.

1. É preciso ter coragem para arriscar.

Jiang Pu se formou em estatística, pela USP, mas não se sentiu realizada nessa carreira. Aos 26 anos ela resolveu largar a profissão e arriscar tudo no mundo da culinária, algo que realmente a faz feliz. E parece que deu certo, não?

2. Saber manter a calma é uma dádiva.

E ela já provou que faz isso como ninguém em diversas ocasiões do programa. Como no momento em que faltando poucos minutos para começar a fazer o prato da prova, Jiang começou a fazer movimentos de Tai chi chuan (arte marcial chinesa) para relaxar. E ainda teve bom humor e paciência para ensinar aos colegas de programa – com a técnica da melancia. Vale a pena rever esse momento para lá de fofo.

Continua após a publicidade

Confira o vídeo aqui.

3. Ser autoconfiante é diferente de ser prepotente.

Ela sabe aceitar elogios e faz questão de concordar que fez um bom trabalho. Mas Jiang faz isso de um jeito tão sincero (e fofo) que não passa pela cabeça de ninguém que ela está sendo exibida. Autoconfiança faz bem para o ego, para a autoestima e é necessário para ser valorizada e reconhecida.

4. Independente da situação, a melhor saída é encarar com bom humor – sempre.

Mesmo ao receber críticas difíceis de serem engolidas do chef Jacquin, Jiang consegue escutar e ainda completar com uma brincadeira ou um sincero sorriso – capaz de derreter qualquer jurado. Como neste episódio que ela derruba a cachaça – ingrediente necessário para o preparo correto do prato – e fala, com bom humor e tranquilidade: foi para Deus.

Confira o vídeo aqui.

Continua após a publicidade

5. Não vale a pena se estressar à toa.

A resposta que ela deu à Ana Paula Padrão, quando a apresentadora perguntou se os competidores estavam preparados para a prova de eliminação diz tudo: “Não estou preocupada não. É que não adianta, a essa altura do campeonato, ficar pensando nisso. Tipo véspera de vestibular. Você já tinha decorado todas as fórmulas, mas ao chegar na prova, se você não lembrar, já era”, disse ela.

6. Fazer o que gosta (e fazer com amor) é a chave do sucesso.

Talvez esse seja o maior segredo de Jiang. O fato de ela estar, finalmente, fazendo o que gosta, faz com que ela encare todas as situações difíceis – de tristeza, de estresse e os problemas – como um aprendizado, da maneira mais leve possível.

Pois é, parece que temos muito que apender com essa chinesinha maravilhosa!

Publicidade