Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Dieta low carb econômica: alimentos e dicas para fazer gastando pouco

Aumento da saciedade, controle da diabetes e melhora da função intestinal são apenas alguns dos benefícios de uma dieta low carb

Por Da Redação
23 nov 2022, 08h27

Muito falada entre os que prezam por uma alimentação saudável, a dieta low carb tem conquistado cada vez mais pessoas. Composta por alimentos que são fontes de proteínas, gorduras boas e carboidratos complexos, ela traz inúmeros benefícios e ainda pode ser bastante econômica. 

“A digestão das proteínas, gorduras e fibras é mais lenta que os carboidratos simples, como farináceos e açúcares, portanto promovem sensação de saciedade por mais tempo”, explica a médica nutróloga Marcella Garcez. Além disso, os alimentos low carb também favorecem o controle da diabetes, pois controlam os níveis de açúcar no sangue, e regulam a função intestinal, por serem ricos em fibras. “Eles também melhoram o perfil lipídico, já que o menor consumo de carboidratos simples (como arroz e farinha branca, ou legumes muito ricos em carboidratos, como batatas e cenouras) ajuda a diminuir os níveis de triglicerídeos e colesteróis circulantes, que reduz o risco de doenças cardiovasculares”, completa. Outra vantagem? São ótimas para quem quer emagrecer de maneira saudável. 

Melhores apostas para uma dieta low carb

Como dissemos, a dieta low carb pode ser econômica, basta fazer as escolhas certas. As proteínas como ovos, carnes magras (como frango), peixes de águas frias, queijos brancos, iogurtes naturais e sementes oleaginosas são boas apostas para o início de uma dieta low carb. “Essa mudança na alimentação começa com a redução no consumo de açúcares adicionados e carboidratos farináceos. Grãos que dão em vagens, como feijões, lentilhas, ervilhas, grão de bico e soja, são as principais fontes de proteínas vegetais”, indica Marcella. 

Além destes, também são boas apostas os carboidratos complexos, ou seja, todos os vegetais folhosos, como a alface, acelga, escarola, couve, repolho, rúcula, agrião e espinafre, pepino, brócolis, couve-flor, abobrinha, rabanete, nabo, chuchu e tomate. “Entre as frutas, as low carb são as cítricas, as vermelhas, pera e abacate”, aconselha a nutróloga – que reforça que elas devem ser consumidas na forma integral, e não como suco coado. 

Continua após a publicidade

Por fim, Marcella também alerta que, por restringir o consumo de grupos alimentares, o ideal é consultar o médico de confiança par saber se não há contraindicações em adotar uma dieta low carb. “Também é indicado um profissional da nutrição para não correr o risco de adotar uma dieta monótona e insuficiente em nutrientes essenciais”, finaliza.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.