Conheça a farinha seca-barriga: ela acelera o metabolismo e ajuda na dieta

A estudante Eva de Melo Lartigue e eliminei 27 kg com unindo dieta e a farinha seca-barriga. Confira a história de sucesso e todos os segredos para chegar lá.

Conheça a farinha seca-barriga: ela acelera o metabolismo e ajuda na dieta

A estudante érdeu 27 kg com a ajuda da farinha seca-barriga.
Foto: Arquivo Pessoal e Rafael França


Minha mãe sempre foi minha melhor amiga. Morávamos só nós duas na nossa casa e éramos muito parceiras. Mas ela tinha alguns problemas de saúde que se agravaram em 2012. Aí, tivemos que viajar de Búzios para o Rio de Janeiro para fazer uma bateria de exames. Nos hospedamos num hotel e, à noite, enquanto dormia, mamãe se foi… Fiquei sem chão. Eu tinha apenas 17 anos e havia acabado de perder meu porto seguro. No luto, a comida virou minha válvula de escape para apaziguar a tristeza. Virei compulsiva e em dois meses engordei 10 kg. Fiquei imensa! Para completar o desastre, descobri que tinha pré- diabetes. Quando subi na balança, em fevereiro do ano seguinte, eu estava com 92 kg! A primeira coisa que me ocorreu naquele momento foi: “Minha mãe ia ficar tão triste se me visse engordando desse jeito…”. E foi com o pensamento nela que decidi: “Acabou: vou emagrecer!”.

 

Não conseguia gostar de mim
 

A verdade é que eu nunca soube o que era ser magra. Desde a infância, eu era a gordinha da turma… E sempre sofri muito com isso. Na adolescência, recusava os convites para ir à praia por vergonha do meu corpo. E olha que moro em Búzios, uma cidade com praias paradisíacas!

Minha autoestima era zero: eu não conseguia gostar de mim mesma e achava que tudo o que não acontecia na minha vida era porque eu era gorda!

Essa frustração constante disparava minha ansiedade, que era descontada nos pratões de comida que eu devorava em casa. Repetia tudo! Durante o dia, atacava um pacote inteiro de biscoito recheado, fazia brigadeiro com uma lata de leite condensado e comia sozinha. Foi nesse ritmo que, já no comecinho do colégio, cheguei aos 90 kg.

Com o apoio da minha mãe, resolvi procurar ajuda profissional. Fiz terapia de março a agosto de 2011 para tentar controlar minhas crises de ansiedade e comecei a melhorar minha alimentação. Não cheguei a fazer uma reeducação alimentar completa, mas passei a trocar as guloseimas por frutas ou barrinhas de cereal. Assim, emagreci um pouco e cheguei aos 83 kg. Nessa época, também comecei a fazer boxe na academia, uma paixão que faz parte da minha vida até hoje!

As coisas pareciam estar melhorando para mim, até que perdi minha amada mãe. Fui até o fundo do poço e voltei a engordar. Além disso, minha saúde ficou ameaçada pelo diabetes. Por sorte, na mesma semana que mamãe faleceu, minha querida irmã Suzana veio morar comigo. E ela foi uma das minhas maiores incentivadoras quando decidi emagrecer.
Em fevereiro do ano passado, minha mana me acompanhou na primeira consulta à nutricionista e, em casa, era ela quem cozinhava seguindo direitinho o cardápio da doutora. E a Suzana fazia tudo isso por mim, porque ela sempre foi magrinha! Além de muita salada, frutas e legumes, nosso cardápio tinha pão sírio integral, queijo de minas, iogurte desnatado… Não era tão ruim!

Também segui algumas orientações da nutri, como me alimentar a cada três horas e comer gelatina diet à noite. Passei a ver minha alimentação com outros olhos e, desde então, não consigo mais ir ao mercado e comprar uma lata de leite condensado ou um pacote de biscoito.

No primeiro mês de reeducação alimentar, e mantendo minha rotina de fazer boxe três vezes por semana, já eliminei 4 kg! Uau! Fiquei megafeliz! Não imaginava que ia ser rápido assim! Fui emagrecendo 1 kg por semana, até chegar de novo ao peso que considerava ser o meu normal: 82 kg. Mas eu precisava admitir: ainda estava bem cheinha… Então, pensei: “Por que não seguir em frente?”. Ser uma pessoa magra, coisa que antes parecia utopia, começou a fazer parte da minha realidade. Persisti e, até junho, sequei mais 6 kg! Ah, refiz meu exame de sangue e, com a perda de peso, minha saúde ficou nos trinques!


Nunca imaginei usar manequim 38!

Mais magra, tomei coragem de fazer mais atividades na academia. Além da aula de boxe, investi na musculação, intercalando com exercícios aeróbicos, e ainda conheci a zumba, uma dança que também queima calorias! Meu namorado, o Fernando, foi um parceirão e não me deixava desistir dos treinos.

Com esse novo estilo de vida, resolvi procurar uma nutricionista esportiva. Ela me passou alguns suplementos proteicos e também explicou sobre os alimentos que aceleram o metabolismo, como limão, canela e gengibre em pó! E foi essa nutricionista que me recomendou a farinha seca-barriga, uma mistura poderosa de farinhas. A minha tinha chia, chá verde, berinjela, banana-verde, feijão-branco, maracujá, maçã, laranja, limão, mamão, cenoura, ameixa, colágeno, soja preta, açúcar mascavo, cacau e gelatina.
Compro em loja de produtos naturais, a granel, para sair mais em conta. Colocava uma ou duas colheres de sopa no iogurte desnatado ou no leite de soja.

O resultado veio rápido: meu intestino passou a funcionar direitinho, a barriga desinchou e a fome ficou controlada. Além disso, o mix tem ingredientes termogênicos que aceleram a queima das gordurinhas. Foi perfeito para mim! De novembro de 2013 a fevereiro de 2014, foram mais 11 kg eliminados! Nem nos meus melhores sonhos eu me imaginava vestindo um manequim 38!
Foi uma conquista sem tamanho. Agora posso colocar biquíni e finalmente curtir o lugar lindo onde moro! Não preciso mais me preocupar com roupas que não me servem ou com os convites das amigas para ir à praia. Na academia, várias pessoas vêm falar comigo, perguntar sobre minha história. Gosto muito de servir de inspiração e motivação! Ainda mais agora, com minha trajetória publicada na Sou mais Eu!, vou poder ajudar um número ainda maior de mulheres que querem emagrecer.


Obrigada pelo ensinamento, mãe!

E é uma delícia ver as pessoas ao seu redor vibrando com a sua vitória. Minha irmã Suzana comemorou comigo cada quilo perdido. Meu amor, o Fernando, que acompanhou toda a minha evolução, sente o maior orgulho de mim.
E não tenho dúvidas de que minha amada mãezinha também ficaria muito contente com tudo que está acontecendo comigo, por saber que agora eu realmente me amo. Ela sempre me dizia que amar a si mesmo é a coisa mais importante que existe. Se eu pudesse falar com ela agora, diria: “Mãe, você tinha razão: é o melhor sentimento do mundo!”.

 

Mix de farinhas é multifuncional

O principal diferencial da farinha seca-barriga é ter muitas funções emagrecedoras. “Ela é riquíssima em fibras solúveis, que retardam a absorção do carboidrato no organismo, saciam e auxiliam no funcionamento intestinal. Além disso, o mix possui termogênicos em pó, como o chá verde, que, além de ser rico em substâncias antioxidantes, aumenta o nível de gasto energético do organismo”, explica o nutricionista Cesar Torres, da Flexnutri Nutrição e Qualidade de Vida. Algumas versões incluem também canela e guaraná em pó, que são queimadores de gordura muito eficientes. A farinha seca-barriga também pode ser encontrada em cápsulas, que são mais práticas. Mas o especialista faz um alerta: “Prefira a versão em pó, que é mais eficiente no processo de saciedade”.

Como consumir: tome de 2 a 3 colheres de sopa por dia, no máximo. Mais do que isso, pode causar desconforto intestinal.

Cardápio inserido
div#cardapio_wrap div,div#cardapio_wrap span,div#cardapio_wrap div#cardapio_wraph1, div#cardapio_wraph2, div#cardapio_wraph3, div#cardapio_wrap p, div#cardapio_wrap a, div#cardapio_wrap em, div#cardapio_wrap img,
div#cardapio_wrap strong, div#cardapio_wrap b, div#cardapio_wrap u, div#cardapio_wrap i, div#cardapio_wrap center, div#cardapio_wrap table, div#cardapio_wrap tr, div#cardapio_wrap td{margin:0;padding:0;border:0;font-size:100%;font:inherit;vertical-align:baseline;}
body{line-height:1;}
table{border-collapse:collapse;border-spacing:0;}

div#cardapio_wrap{font-family:Arial,sans-serif;overflow:hidden;width:620px;}
div#cardapio_wrap div#cardapio_header{background-color:#404042;display:table;height:38px;text-align:center;text-transform:uppercase;width:100%;}
div#cardapio_wrap div#cardapio_header span{color:#fff;display:table-cell;font-size:18px;font-weight:bold;vertical-align:middle;}
div#cardapio_table{display:table;overflow:hidden;width:620px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column{background-color:#f6f6f6;display:table-cell;padding-bottom:20px;vertical-align:top;width:205px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle{border-left:2px solid #fff;border-right:2px solid #fff;background-color:#eeeeee;margin:0 2px;width:206px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item{float:left;width:204px;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h3{color:#000;display:block;font-size:14px;font-weight:bold;letter-spacing:0px;margin:15px 0 11px;text-align:center;text-transform:uppercase;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.bottom div.cardapio_item h3{margin-top:0;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item p{color:#6f6f6f;display:block;font-size:13px;line-height:19px;margin:0 auto;width:90%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h4{color:#6f6f6f;display:block;font-size:13px;font-weight:bold;margin:15px auto 0;text-align:left;width:90%;}

@media only screen and (max-width: 620px), only screen and (max-device-width: 620px){
div#cardapio_table,div#cardapio_wrap{width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column{background-color:#fff;display:block;float:left;margin:0 0 3px;padding-bottom:0;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle{background-color:#fff;display:block;margin:0 0 3px;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column.middle div.cardapio_item{background-color:#eeeeee;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item{background-color:#f6f6f6;float:left;padding-bottom:20px;width:100%;}
div#cardapio_table div.cardapio_column div.cardapio_item h3{margin:15px auto 11px;text-align:left;width:90%;}
}

br.clear{clear:both}

O cardápio da Eva

Café da manhã

200 ml de iogurte desnatado + 1 colher (sopa) de granola diet ou 1 colher (sopa) de amendoim sem sal e sem casca + 1 colher (sopa) de farinha seca-barriga + 1 colher (sopa) de flocos de aveia • 1 fruta

Dica da nutricionista:

Em vez do amendoim, prefira nozes ou amêndoas laminadas no café da manhã, que mantêm o nível de açúcar no sangue estável e ativam o metabolismo da queima de gorduras. Como opção de fruta, aposte na banana, que é uma ótima fonte de potássio.

Lanche da manhã

1 fruta + 1 medida de whey protein isolado

Dica da nutricionista:

Sugiro que a fruta seja 1 colher (sopa) de uva-passa, que ajuda a manter o nível de retenção de líquido do organismo mais baixo.

Almoço

2 colheres (sopa) de arroz integral ou ½ unidade de batata-doce + 2 colheres (sopa) de feijão ou lentilha ou grão-de-bico + 1 filé (médio) de peixe grelhado ou 1 omelete com 2 ovos ou 1 concha (grande) de carne de soja + salada de folhas verdes + tomate + cenoura + beterraba à vontade

Lanche da tarde

250 ml de suco verde (1 fatia de abacaxi + 1 maçã pequena + 1 talo de aipo + 1 folha de couve + 1 limão + canela em pó + pó de gengibre + 1 colher (sopa) de farelo de trigo) OU • 1 fruta • 1 colher (sopa) de flocos de aveia e granola diet OU 200 ml de iogurte desnatado

Dica da nutricionista:

Faça um segundo lanche da tarde, depois do suco termogênico e antes do jantar, para turbinar o organismo.

Jantar

2 colheres (sopa) de arroz integral ou ½ unidade (média) de batata-doce + 2 colheres (sopa) feijão ou lentilha ou grão-de-bico + 1 filé (médio) de peixe grelhado ou 1 omelete com 2 ovos ou 1 concha (grande) de carne de soja + salada de folhas verdes + tomate + cenoura + beterraba à vontade

Dica da nutricionista:

Para um emagrecimento mais potente, sem perder o valor nutricional, prefira um jantar com zero carboidrato, excluindo o arroz, a batata-doce e os grãos. Inclua na salada brócolis e palmito à vontade. Se a opção de proteína for omelete, faça com três claras e apenas uma gema.

Ceia

Mingau feito com 200 ml de leite de soja + 2 colheres (sopa) de flocos de aveia + 1 colher (sopa) de farinha seca-barriga

Dica da nutricionista:

O leite de soja pode ser substituído por leite sem lactose. E a aveia pode ser substituída por farinha de coco, para diminuir a ingestão de carboidrato.

(Cód. Conteúdo: 778673)