CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Banheiro escuro ganha novos revestimentos

Não restou azulejo para contar a história. As velhas peças deram lugar ao porcelanato branco, cor que se repete nas louças.

Por Texto Renata Cattaruzzi | Fotos Diego Mello | Reportagem visual Daniela Arend Atualizado em 19 fev 2020, 10h54 - Publicado em 28 Maio 2018, 17h45
Diego Mello/Minha Casa

Quando a professora carioca Maria Teresa Baltar e o marido, o médico Anderson Baltar, compraram seu primeiro apartamento, o prédio era novinho, e o banheiro social exibia os acabamentos da moda: cerâmicas bege e louças ocre. Mas 40 anos se passaram e, de lá para cá, nada mudou na área de 4 m². “Nunca houve um vazamento sequer, por isso adiamos tanto a obra”, diz a moradora. Para comandar a transformação tão esperada, entraram em cena as arquitetas Joana e Julia Mallemont. E não restou azulejo para contar a história. As velhas peças deram lugar ao porcelanato branco, cor que se repete nas louças. Banheira e bidê também foram descartados e, enfim, o ambiente recuperou a juventude.

Publicidade