Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Machado de Assis é homenageado pelo Google em 178º aniversário

O maior escritor brasileiro de todos os tempos foi homenageado com uma ilustração que cita suas principais obras

Por Ligia Helena
Atualizado em 20 jan 2020, 11h52 - Publicado em 21 jun 2017, 11h51

Mais importante escritor da história do Brasil, Machado de Assis completaria 178 anos hoje (21) e por isso ganhou uma merecida homenagem do Google: um belíssimo Doodle na home do site de buscas.

A ilustração homenageia algumas das principais obras de Machado de Assis, como Memórias Póstumas de Brás Cubas, Quincas Borba e Dom Casmurro.

Doodle do Google homenageia Machado de Assis
Um Doodle cheio de referências: os hipopótamos de “Memórias Póstumas”; o cachorro de Rubião, chamado Quincas Borba; as batatas de “ao vencedor, as batatas!” e o bebê Ezequiel, de “Dom Casmurro”, entre outros (Google/Reprodução)

Nascido Joaquim Maria Machado de Assis, ele veio ao mundo no Morro do Livramento, na área central da cidade do Rio de Janeiro, próximo à região portuária. Neto de escravos libertados, Machado de Assis era negro e sofreu com o racismo enquanto viveu: imaginem que a escravidão só foi oficialmente abolida no Brasil em 1888, quando ele já tinha 49 anos.

raro retrato de machado de assis
(Reprodução/Academia Brasileira de Letras)

Machado de Assis não teve muito acesso à educação formal, mas insistiu em seu sonho de estudar literatura. Em 1854, aos 15 anos, foi trabalhar em uma tipografia, estabelecimento onde imprimiam-se livros e folhetos. Lá, começou a fazer poemas e escrever histórias. Trabalhou como tipógrafo até 1858, e em paralelo escrevia para revistas e jornais, até que passou a se dedicar apenas ao texto. Tornou-se fundador da Academia Brasileira de Letras e foi presidente da ABL por 10 anos.

As Obras

Machado de Assis produziu muito durante a vida. Escreveu poesia, teatro, crônica, conto, romance e ainda crítica e fez traduções como a de “Os Trabalhadores do Mar”, de Victor Hugo. No teatro, escreveu peças de comédia como “Quase Ministro” e “Deuses de Casaca”.

Mas a consagração se deu por meio dos nove romances que escreveu. O primeiro, “Ressurreição”, foi publicado em em 1872. Depois vieram obras-primas como Memórias Póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro, Esaú e Jacó e Quincas Borba, lidas e celebradas até os dias de hoje.

Livros de Machado de Assis de graça

Como a obra de Machado de Assis já é de domínio público, você pode encontrar todos os livros disponíveis gratuitamente na versão digital, na Biblioteca de Domínio Público Brasileira.

Continua após a publicidade

No site de Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras, são disponibilizadas inclusive as primeiras edições de cada obra. Vale a visita!

As adaptações

O trabalho de Machado de Assis já foi lido, revisto e adaptado centenas de vezes. De histórias em quadrinhos a ópera, as tramas imaginadas pelo carioca se espalharam pelo mundo.

Na TV, uma das adaptações mais recentes foi a minissérie Capitu, baseada em “Dom Casmurro”, e que tenta responder à pergunta: Capitu, afinal, traiu Bentinho? A resposta mora na cabeça de cada um que leu o clássico.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.