Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Não é só sol e areia: 15 livros perfeitos para você ler na praia

Para não abandonar a leitura nesse fim de férias, separamos livros curtinhos com diversas histórias e temas para você conhecer.

Por Colaborou: Esmeralda Santos - Atualizado em 31 jan 2020, 11h05 - Publicado em 31 jan 2020, 10h05

Um dia de sol, areia nos pés, as ondas bem na sua frente e um bom livro pra ler. As férias estão chegando ao fim, mas ainda dá tempo de ler aquele livro curtinho com contos e histórias pra você não perder o pique da leitura.

Então, pra você que adora se aventurar em histórias rápidas mas cativantes, fizemos uma seleção de 15 livros que podem ser lidos em qualquer lugar e qualquer dia, inclusive, pegando um bronze no litoral.

1. “Com Amor, Simon”

O livro inspirou o filme “Com amor, Simon” Divulgação/Divulgação

É com uma linguagem leve e divertida que a autora Becky Albertalli trata um assunto sério: o preconceito. Aos 17 anos, Simon sofre por esconder de sua família e amigos que é gay.

As coisas pioram ainda mais quando ele se apaixona por um colega (que ele não sabe que é um colega!). Os dois tornam-se uma caixinha de segredo um do outro de forma anônima e online, e isso leva Simon a viver diversos desafios e mudanças.

Apesar de tratar de um assunto delicado que é a sexualidade, é um livro leve e simples, sua leitura acontece de forma fluída e cativante.

Você encontra na Amazon por R$ 24,90*

2. “A Vida Invisível de Eurídice Gusmão”

O livro inspirou o filme que foi vencedor da mostra “Um Certo Olhar”, do festival em Cannes Divulgação/Divulgação

Martha Batalha narra a a trajetória e dificuldades vivenciadas pelas mulheres cariocas, das gerações do século 20, em especial, da década de 1940 no Rio de Janeiro.

Por meio de Eurídice, uma mulher talentosa, dedicada e inteligente que tem seus sonhos constantemente barrados por seu pai, o livro conta a história de mulheres que foram anuladas enquanto indivíduo na sociedade e são entendidas apenas como “donas de casa”.

A realidade das mulheres daquele tempo é contada de forma lúcida sem perder as características da época. O livro deu origem ao filme, que foi vencedor da mostra “Um Certo Olhar”, no festival em Cannes.

Você encontra na Amazon por R$ 38,32*

3. “O Céu que Nos Oprime”

O livro inspirou o filme “Jojo Rabbit” indicado ao Oscar 2020 Divulgação/Divulgação

No fim da década de 1930, o menino austríaco Johannes Betzler inocentemente abraça o “sonho nazista”, como sempre acontecia na época da anexação da Áustria ao Reich alemão. Ele descobre que seus pais escondem em uma parede falsa a jovem judia Elsa Kor.

Continua após a publicidade

O que antes era abominável pelo garoto que fazia parte da Juventude Hitlerista, agora é transformado em amor e fascinação. Seus pais desaparecem, e ele se dá conta de que é o único a saber da existência de Elsa, tornando-se responsável pela sobrevivência dela.

O livro escrito por Christine Leunens é uma intensa batalha entre os extremos morais, éticos, e políticos, revelando aspectos nunca imaginados da alma humana. É o tipo de livro difícil de esquecer. Ele inspirou o filme “Jojo Rabbit“, que foi indicado ao Oscar 2020.

Você encontra na Amazon por R$ 42,90*

4. “Bonequinha de Luxo”

Escrito por Truman Capote, o livro inspirou o filme que foi um clássico nas telonas em 1961 Divulgação/Divulgação

Muitas pessoas conhecem o filme que foi um clássico em 1961, mas, poucos sabem que sua inspiração foi um conto escrito no fim da década de 1950 por Truman Capote, escritor e roteirista. O livro conta a história da jovem Holly Golightly, que está em busca de uma boa vida e, para isso, deseja encontrar um homem rico para se casar.

Divertida, irônica e sarcástica, a história dela tem inúmeras reviravoltas e confusões. Um clássico da literatura, o livro é envolvente e cativante, e quando você menos imaginar, irá terminá-lo suspirando!

Você encontra na Amazon por R$72,00*

5. “O Cavalo Amarelo”

Aagatha Christie é uma importante escritora da literatura Divulgação/Divulgação

Uma mulher doente deseja revelar algo terrível a um padre antes que venha falecer. E, antes que qualquer atitude seja tomada, o religioso é assassinado.

Agatha Christie, autora de “O Cavalo Amarelo”, é uma importante voz da literatura, e conhecida como  “Dama dos crimes”. O leitor consegue nesse livro ser um verdadeiro detetive e tente descobrir o que de fato está acontecendo, antes de Agatha revele.

O livro foge de todos os modelos de livros que Agatha escreveu anteriormente e entrega na trama uma divertida de aventura, cheia de segredos, assassinatos, feitiçaria, e crueldade. O livro virou série na Amazon Prime, e sua estréia está prevista para fevereiro.

Você encontra na Amazon por R$ 21,52*

6. “A Torre Acima do Véu”

A autora brasileira narra um futuro distópico cheio de aventura, suspense e emoção Divulgação/Divulgação

Em um futuro distópico, uma cidade é invadida por uma densa névoa e o contato das pessoas com ela torna-se mortal. A névoa desola a vida de quem vive naquela cidade e, como escape, os habitantes precisam subir em grandes arranha-céus e picos altos para sobreviver.

Continua após a publicidade

A escritora brasileira Roberta Splinder narra de forma sombria a personagem Beca, que é uma saltadora, e junto com seu irmão e pai adotivo formam uma empresa que ajuda as pessoas a subir no topo da cidade.

O livro conta com muita emoção e suspense e gera no leitor uma enorme curiosidade para entender de onde vem a névoa e o que de fato está acontecendo na parte baixa da cidade. Com uma narrativa simples e objetiva, Roberta consegue prender seu leitor do começo ao fim.

Você encontra na Americanas por R$ 23,62*

7. “Carta a Minha Filha”

Maya Angelou foi poetisa, ativista dos direitos humanos uma importante escritora do século 20 divulgação/Divulgação

Maya Angelou foi uma importante poeta e ativista dos Direitos Humanos, deixando um legado insolúvel na história da literatura, sendo uma das mais influentes escritoras negras do século 20. Neste livro, ela mostra os caminhos que percorreu em busca de ser a protagonista da própria história.

Em “Carta Para Minha Filha”, ela mistura seu relato pessoal em poesia para contar sua história e o anseio por deixar um legado para suas herdeiras. É um livro que Maya dedicou a todas as mulheres do mundo, adotando-as como filhas e sucessoras.

Você encontra na Americanas por R$ 29,90*

8. “O Papel de Parede Amarelo”

O livro é um clássico da literatura feminista e acredita-se ser uma autobiografia da escritora Divulgação/Divulgação

Com a intenção de tratar uma doença psicológica pouco conhecida na época, uma mulher é levada pelo seu marido, que é médico, para uma casa no campo.

Ela é colocada em um quarto que anteriormente foi de uma criança, onde há um papel de parede amarelo que começa a chamar a sua atenção. Ela começa a acreditar que esse papel está influenciando na sua melhora.

Charlotte Perkins não precisou utilizar elementos característicos do terror para tornar a história tenebrosa. A autora sofreu com angústias e problemas psicológicos, o que faz muitos acreditarem que se trata de uma autobiografia.

O livro é considero um clássico da literatura feminista, porque é uma metáfora sobre construção da identidade e como atitudes tóxicas dos homens podem adoecer as mulheres. Não é um livro leve de ser lido, mas sua intensidade traz uma reflexão sobre a condição da mulher em uma sociedade machista.

Você encontra na Americanas por R$ 27,90*

Continua após a publicidade

9. “Fun Home: uma Tragicomédica em Família”

Em 2006, o HQ foi considerado o livro do ano pela Times e em 2009 virou musical da Broadway Divulgação/Divulgação

Um livro em quadrinhos, mas para adultos. Alison Bechdel uniu literatura em linguagem de HQ para fazer sua autobiografia e retratar a questão da homosexualidade e a opção por assumir ou não sua condição e a relação familiar.

O que o leitor encontra no livro, não é apenas uma confissão da sexualidade. Mostra os caminhos escolhidos por alguém sem deixar de amar a sua família e entender as individualidades de cada um.

É um HQ engraçado e dramático, que conta as subjetividades de cada ser humano e uma visão ampla sobre os laços familiares. Foi considerado o livro do ano pela revista Time, em 2006, e, em 2009, virou um musical da Broadway, ganhando prêmios Obie e Tomy.

Você encontra na Americanas por R$ 36,99*

10. “No Seu Pescoço”

Divulgação/Divulgação

Com doze contos, Chimamanda Ngozi Adichie mostra a sua sensibilidade sobre questões sociais como a imigração, racismo, conflitos religiosos, e relações familiares.

São conflitos reais e que estão “No Seu Pescoço”. Ela usa vários personagens de gênero e classes sociais diferentes, mas o que os torna próximos é que todos são nigerianos.

A obra foge do eixo dos países de sempre, como Estados Unidos e Reino Unido, e foca principalmente na cultura nigeriana Igbo e é um verdadeiro espelho que mostra a vulnerabilidade dos seres humanos.

Você encontra na Americanas por R$ 26,93*

11. “Crônica de Uma Morte Anunciada”

Gabriel García Márquez foi um importante escritor da América Latina Divulgação/Divulgação

Um clássico literário escrito por Gabriel García Márquez, um dos mais importantes escritores da América Latina. Nesse crônica arrebatadora, Gabriel narra uma série de acontecimentos antes do assassinato do personagem Santiago Nasar.

O anúncio da morte divide os moradores da pequena vila de Rioracha: muitos acreditam que os responsáveis pelo ato não levariam o plano adiante. Já outra parte, acredita que o ódio que a vítima nutre ao longo da trama é resultante de sua morte. Gabriel usa elementos jornalísticos para compor a história, o que deixa o livro ainda mais interessante.

Para quem deseja se aventurar nos livros de Gabriel García, “Crônica de Uma Morte Anunciada” é uma ótima opção. Apesar de falar sobre uma evidente morte, o livro não é tão pesado e a leitura é envolvente.

Continua após a publicidade

Você encontra no Submarino por R$ 37,43*

12. “Um Útero do Tamanho de um Punho”

Um dos poemas de Angélica caiu no Enem de 2018 Divulgação/Divulgação

Com humor e sagacidade a respeito do feminismo, a poeta Angélica Freitas conseguiu desconstruir a imagem da mulher com suas linhas. Dividido em 7 partes (número da totalidade do universo e da transformação), a autora reúne 35 poemas trazendo o sentido de “ser mulher” por uma ótica feminista, usando acontecimentos do cotidiano para narrar violências.

Ela fala de mulher suja, mulher limpa, mulher de respeito, a mulher em construção, a mulher “depois”, fala sobre identidade de gênero, e a mãe de família. 

Um dos poemas imperdíveis no livro é “Uma Mulher de Vermelho”, que já caiu no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), e descreve as vestimentas de uma mulher e como é vista a partir disso.

Você encontra no Submarino por R$ 22,32*

13. “Redemoinho em Dia Quente”

Divulgação/Divulgação

Jarid Arrares, poeta e escritora se debruça nas mulheres da região do Cariri, no Ceará, onde nasceu para mostrar que o Cordel está vivíssimo. Por meio dos 30 contos da obra, ela deseja “fazer as pazes” com as origens dela e coloca toda a pluralidade da região nas páginas.

Ela narra de forma realista a vida de cada personagem.

Você encontra no Submarino por R$ 32,50*

14. “No Fundo do Poço”

Divulgação/Divulgação

“No Fundo do Poço”, é o primeiro livro de Buchi Emechita, porém, é a continuação de seu segundo. Se você não entendeu, a explicação é simples: Depois de escrevê-lo, a autora decidiu fazer “Cidadã de Segunda Classe”, que é a explicação da história da protagonista e como ela chega na situação que está no primeiro livro.

O livro narra a história de Ada, uma mulher divorciada que precisa encarar a realidade de criar cinco filhos e realizar seus sonhos no subúrbio de Londres, encarando obstáculos culturais e sociais.

O livro é imersivo e descreve com detalhe a realidade encarada por Ada.

Continua após a publicidade

Você encontra no Submarino por R$ 37, 52*

15. “Um Quarto Só Seu”

Divulgação/Divulgação

“Uma mulher, se quiser escrever literatura, precisa ter dinheiro e um quarto só seu”, disse Virginia Woolf, grande feminista e escritora. No livro, que é considerado um dos textos de não-ficção mais influentes do século 20, Virginia reflete sobre a pequena representação das mulheres enquanto pensadoras e escritoras. 

Ela fala também sobre a importância de igualdade de condições, educação formal e financeira, e celebra as escritoras que conseguiram se destacar em uma sociedade patriarcal.

O livro é atemporal e reflete sobre questões que transpassam o tempo e ainda atingem as mulheres de todas as gerações.

Você encontra no Submarino por R$ 18, 32*

*Esta matéria pode gerar um tipo de comissão pelos links comerciais divulgados. Os valores informados e o estoque disponível referem-se ao momento da publicação deste post. 

Como se livrar das dívidas e multiplicar seu dinheiro

Publicidade