Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Os erros em “Amor de Mãe” que fizeram a Globo se retratar com advertência

Confira quais foram as cenas em que informações erradas foram transmitidas ao público

Por Da Redação Atualizado em 20 mar 2021, 17h17 - Publicado em 20 mar 2021, 17h11

Gravados já em tempos de pandemia, os quatro primeiros capítulos de “Amor de Mãe” da Rede Globo, continham alguns erros de informação sobre os riscos de transmissão da Covid-19. Por isso, a emissora decidiu acrescentar uma advertência ao final de cada capítulo alertando sobre eventuais falhas e incentivando a população a tomar todos os cuidados para evitar o avanço da doença.

De acordo com o colunista Maurício Stycer, do UOL, dois erros foram preponderantes na decisão da emissora de se retratar. O primeiro deles foi uma conversa entre os personagens Lígia, interpretada por Malu Galli, e Magno, vivido por Juliano Cazarré, em que se dizia que, por já terem pego Covid-19 poderiam ficar sem máscara em ambiente fechado.

Hoje, já se sabe do risco de reinfecção pela doença e os cientistas ainda não determinaram qual é o período de imunidade de quem já teve a doença. No capítulo desta sexta-feira, a Globo colocou a seguinte advertência ao fim do capítulo:

advertência exibida ao fim do capítulo de
TV/Globo/Reprodução

Outro erro foi a máscara utilizada pela enfermeira Betina (Ísis Valverde), a KN95, que não é adequada para uso hospitalar, segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

  • Continua após a publicidade
    Publicidade