Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

10 livros incríveis sobre mulheres para ler com a sua filha

Ler obras como estas para as crianças é uma forma de contribuir por um futuro com ainda mais resistência.

Por Juliana Morales - Atualizado em 15 jan 2020, 22h43 - Publicado em 8 mar 2019, 17h59

Sempre bom reforçar que o Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, vai muito além de comemorações comerciais, flores e textões. Estamos falando de luta e resistência. E que também podem ser manifestadas em casa, com gestos simples e super necessários, como ler para sua filha, sobrinha ou afilhada, livros que debatam, na linguagem infantil, sobre feminismo, questões de gênero e representatividade. 

A psicopedagoga Maria Cristina de Aguiar Magalhães defende o quanto essa ação é valiosa. “É fundamental as meninas terem acesso a livros que abordem o papel que cabe à mulher na atual sociedade, especialmente no Brasil, devido às desigualdades e a violência perpetrada no decorrer da história”, diz a especialista e reforça: “Por meio da literatura infantil e do lúdico é possível mostrar valores como empoderamento e coragem e ampliar as possibilidades das meninas para trabalhos reservados ao homens no passado, por exemplo. Elas também vão conhecer outros modelos de força e motivação feminina além daqueles que a criança já tem em seu lar ou ambientes que convivem”.

Então, preparamos uma lista com leituras para as garotas conhecerem e se inspirarem nas histórias de mulheres reais e incríveis e em personagens fortes e determinadas. Além de prestigiar o trabalho das escritoras dessas obras que são todas mulheres também. Perfeito! Vamos lá:

Coleção Antiprincesas – Nádia Fink

Divulgação/Amazon

A vida real está cheia de mulheres que provaram que não precisam ser salvas por nenhum príncipe e essa coleção conta a trajetória de algumas delas, como Frida Kahlo e Violeta Parra. Uma ótima ferramenta para debater com as pequenas sobre feminismo, gênero, luta de classes, arte e história – assuntos mais que necessários nos dias atuais, né?

Malala, a menina que queria ir para a escola – Adriana Carranca

Companhia das Letrinhas/Divulgação

Em uma espécie de livro-reportagem para a criançada, a jornalista Adriana Carranca conta a história inspiradora da jovem ativista paquistanesa Malala Yousafzai, que quase perdeu a vida por querer ir para a escola. Ela lutou pelo direito à educação das meninas e com 17 anos, foi a mais jovem ganhadora do Prêmio Nobel da Paz. Uma fada sensata! <3 

A Princesa Sabichona – Babette Cole

Martins Fontes/Divulgação

A mãe da Princesa Sabichona mandou ela arranjar uma marido, mas a garota cheia de vontades só queria ser livre para fazer o que quisesse. Foi isso que ela fez: ficou solteira e feliz! Essa obra linda da escritora inglesa é para deixar bem claro que casamento NÃO é uma obrigação para nenhuma mulher, mas, sim, uma escolha. Livre, leve e solta, mores! 

As cientistas: 50 mulheres que mudaram o mundo – Rachel Ignotofsky

Blucher/Divulgação

Que tal conhecer, por meio de ilustrações encantadoras, a história de profissionais do sexo feminino que contribuíram para os campos da ciência, da tecnologia, da engenharia e da matemática? Do mundo antigo até o contemporâneo, elas abriram o caminho para a próxima geração de mulheres na área de Exatas.  

Continua após a publicidade

O Mundo no Black Power de Tayó – Kiusam de Oliveira

Peirópolis/Divulgação

A personagem Tayó dá uma aula de representatividade. Uma menina negra que tem orgulho do cabelo crespo com penteado black power, enfeitando-o das mais diversas formas, enfrentando com autoestima, o preconceito dos colegas de sala. Resistência, que fala, né?

Coisa de Menina – Pri Ferrari

Companhia das Letrinhas/Divulgação

Por que não é “normal” menina gostar de futebol, de carrinho e de luta? Por que precisamos nos adaptar a certos padrões de comportamento? Por que ainda dizem por aí que certas coisas não são apropriadas para mulheres? Aquela leitura para quem acredita na liberdade como a melhor escolha.

Histórias de ninar para garotas rebeldes – Elena Favilli

V&R Editoras/Divulgação

A obra reúne pequenas narrativas na forma de fábulas que descrevem os grandes feitos de 100 mulheres de diferentes épocas da nossa história. Além de nos trazer esperança e muito orgulho! Leitura indicada para adultos também!

Chega de Rosa! – Nathalie Hense

SM/Divulgação

Antes do nosso nascimento já existia aquela velha história de azul para os meninos e rosa para as garotas. Porém, a protagonista deste livro não vai aceitar isso: ela é uma menina que não gosta de rosa, nem se identifica com as brincadeiras geralmente classificadas como sendo “femininas”, fazendo com que sua própria mãe lhe coloque o rótulo de “arremedo de menino”. Ao longo da história, ela vai conhecer meninos que também não se encaixavam no padrão socialmente definido para eles.

Diferente como Chanel – Clo Orozco

Cosac & Naify/Divulgação

Entrando no mundo da moda para as crianças conhecerem a biografia da estilista francesa transgressora, que inovou em uma época em que, para estar na moda, as mulheres precisavam de muito luxo.

Carmen: A Grande Pequena Notável – Heloísa Seixas, Julia Romeu e Graça Lima

Edições de Janeiro/Divulgação

A importância Carmen Miranda na identidade brasileira é enorme e vai ser uma delícia conhecer seus feitos com um livro todo especial para as crianças. 

Boa leitura, família!

Continua após a publicidade
Publicidade