Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Dicas de lugares para tomar bons drinques com cachaça

Cresce a oferta de coquetéis levinhos ou descolados à base de aguardentes da categoria premium, principalmente no verão. Listamos os lugares que oferecem opções saborosas em São Paulo, confira!

Por Fernanda Meneguetti (colaboradora) Atualizado em 28 out 2016, 00h54 - Publicado em 27 fev 2014, 22h00
Dicas de lugares para tomar bons drinques com cachaça

Da tradicional caipirinha às inovações, experimente o nosso aguardente!
Foto: Divulgação

Fruta e flor

No diminuto Ema, o cachaçatini (foto), feito com a equilibrada Cambraia 5 Anos, além de caqui, licor mandarino e limão-cravo, e o molata, produzido com a mesma cachaça, mirtilo, jabuticaba e pétalas de rosa (R$ 22 cada um), acompanham bem as comidinhas delicadas preparadas pela chef Renata Vanzetto.

Ema
R. da Consolação, 2902, Jardins, tel. 3081-8358

Caipirinhas

O Pirajá lançou um blend exclusivo da cachaça Santo Grau, produzida no Rio, e aproveitou para incrementar sua carta de caipirinhas. Entre as que levam a aguardente premium, estão a amores, com morango, amora e maracujá, e a reserva (foto), com tangerina e gengibre (R$ 17 cada uma).

Pirajá
Av. Brig. Faria Lima, 64, Pinheiros, tel. 3815-6881

Chamativo

A Yaguara, cachaça envelhecida em tonéis de madeira e tanques de inox, é a base de coquetéis do The Meatball House, como o cherry drake (R$ 24). Com apresentacão especial, leva também licor e xarope de cereja, suco de limão e bitter.

Continua após a publicidade

The Meatball House
R. Ministro Jesuíno Cardoso, 190, Itaim Bibi, tel. 3798-6349

Harmonia

O drinque batista sourics (R$ 26), da steak house BOS BBQ, combina limão-siciliano com a cachaça Batista Ouro, edição comemorativa dos 70 anos da marca. O sabor cítrico harmoniza com o grelhado new york strip e suas batatas rústicas (R$ 75).

BOS BBQ
R. Pedroso Alvarenga, 559, Itaim Bibi, tel. 3078-4858

Mix fresco

O Pomodori, sofisticado restaurante italiano, incluiu em sua carta de bebidas uma deliciosa caipirinha de limão, maracujá e hortelã feita com a aguardente Angelina Série A, que tem em sua composição o fruto silvestre cambuci. Custa R$ 22.

Pomodori
R. Dr. Renato Paes de Barros, 534, Itaim Bibi, tel. 3168-3123

Do chefe

Jean Ponce, chefe de bar das casas de Alex Atala, serve no Dalva e Dito o obrigatório (R$ 28), feito com Ypióca Brasilizar Ouro Reserva Especial, tangerina, maracujá, xarope de guaraná e jambu, erva que amortece levemente a boca.

Dalva e Dito
R. Padre João Manuel, 1115, Cerqueira César, tel. 3068-4444

Continua após a publicidade
Publicidade