Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Dani Moraes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Dani Moraes é escritora, jornalista e especialista em escrita terapêutica
Continua após publicidade

Por que ter o seu próprio caderno do artista?

Nas pequenas páginas pautadas, tomei nota de inspirações para textos que viraram cursos, posts e esta coluna

Por Dani Moraes
17 Maio 2023, 07h15

Desde que iniciei o que eu costumo chamar de minha revolução pessoal (uma fase da vida que não tem exatamente uma data de início e que, pelo visto, também não terá fim), tenho um caderno pequeno que está sempre comigo. É o meu Caderno do Artista. Quem me disse que era importante ter um foi a artista e professora de aquarela, Renata Cruz. Fiz com ela um curso curto de 2 meses, chamado “Caminhos Poéticas em Aquarela”. O conteúdo mais profundo sobre processo criativo que já tive acesso. 

O que aprendi de mais significativo a respeito do caminho da criação não chegou a mim pelos livros – ainda que muitos tenham sido fundamentais. Foi diluindo pigmentos em água e esfregando suavemente o pincel em pastilhas de aquarela que entendi que a criação começa ao prestarmos atenção no que nossos olhos gostam de ver. E para não deixar escapar essas descobertas fugazes, o caderno do artista é essencial. 

No primeiro que tive, um caderninho pequeno de capa vermelha, anotei os comentários da Renata e as minhas impressões sobre os artistas que ela apresentava durante as aulas. Lembro bem de um vídeo com a pintora francesa Marlene Dumas em transe criativo no seu ateliê; das cores vivas e simetrias de Nigel Peake; e da série de retratos de mulheres pretas e cabelos coloridos, criada por Lorna Simpson

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por @lornasimpson

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por @lornasimpson

A proposta dos experimentos artísticos era aparentemente simples: pintar como uma criança de 5 anos. E para isso a minha inspiração também estava em casa. Foi uma época em que quase todos os finais de semana espalhávamos papéis, potes de água, pincéis e tintas na mesa de jantar e pintávamos juntos – eu, meu companheiro e as crianças. Às vezes o papo corria solto, às vezes ficávamos ouvindo música concentrados, em outras um silêncio se achegava e, sem percebermos, nos calávamos em uníssono. Cada um em seu projeto, único, particular, mas num momento de criação coletiva. 

Aquele caderno também recebeu os primeiros ensaios de possíveis projetos profissionais futuros – em um tempo que parece longínquo, mas não tem mais de 4 anos. Eu estava rascunhando o meu servir no mundo, descobrindo aos poucos o que faria, sem tão pouco saber ainda “como” aquilo seria realizado. Nas pequenas páginas pautadas, tomei nota de inspirações para textos que viraram cursos, posts e esta coluna. Registrei ali meu primeiro contato com Julia Cameron e O Caminho do Artista – livro-oráculo que abriu portas para minhas pesquisas em criatividade e escrita. 

Nunca mais deixei de ter meu caderno de ideais comigo. Entendi que tê-lo por perto é como estar sempre acompanhada de um punhado de terra fertil, onde deposito sementes, polinizo insights e me sinto absolutamente livre para plantar o futuro. Quem tem um caderno do artista está mais atento e disponível para o tempo da criação. 

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.