Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Denise Steiner

Por DERMATOLOGIA Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
A médica Denise Steiner é dermatologista, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia e doutora pela Unicamp
Continua após publicidade

Tratamento da acne com luz e laser

A terapia fotodinâmica vem sendo consolidada como uma alternativa interessante para o tratamento da acne inflamatória

Por Denise Steiner
Atualizado em 16 Maio 2019, 09h30 - Publicado em 16 Maio 2019, 09h30

A acne é uma alteração inflamatória que apresenta diversos tipos de lesões: pápulas, pústulas, nódulos e cicatrizes. Ela ocorre principalmente no rosto e dorso e está acompanhada de oleosidade intensa.

A acne pode aparecer na adolescência quando começa a produção hormonal em meninos e meninas que tenham predisposição genética e também em mulheres adultas com distúrbios hormonais. Além disso, pode ocorrer por efeitos colaterais do uso de algumas medicações como cortisona ou produtos tópicos oclusivos e oleosos.

O tratamento da acne é feito com medicamentos tópicos que contenham antibióticos, ácido retinóico, adapaleno alfa hidroxiácidos entre outros, além de sabonetes com ácido salicílico e filtros solares sem óleo. Acnes mais graves são tratadas com antibióticos por via oral e, quando ocorre associação com ovário policístico, usamos algumas pílulas anticoncepcionais e também espironolactona.

As acnes inflamatórias mais graves são tratadas com isotretinoína, que é o único medicamento que pode proporcionar a cura definitiva. Essa medicação pode causar muitos efeitos colaterais como ressecamento dos lábios, coceira e dor de cabeça. Para utilizá-la é necessário exames da função hepática, hemograma e lipidograma prévios. A mulher com potencial de engravidar precisa fazer anticoncepção, pois a droga é teratogênica.

Continua após a publicidade

Uma alternativa à isotretinoína é a terapia fotodinâmica. A terapia fotodinâmica é um tratamento para acne onde usamos um creme fotossensibilizante como ALA (ácido aminolevulínico), que permanece cerca de 1h30 na pele. Esse creme de ácido aminolevulínico fica mais concentrado nas glândulas sebáceas e nas bactérias favorecendo a maior formação de protoporfirinas. Na sequência, ocorre a aplicação de luz vermelha 15’, que estimula oxidação intensa nesses alvos, promovendo sua destruição.

O mecanismo de ação deste tratamento está relacionado a formação de grandes quantidades de protoporfirinas endógenas, que são sensíveis à luz, atraindo o calor para si e promovendo uma intensa oxidação. Desta forma, tanto as bactérias como as glândulas sebáceas que são responsáveis pela manutenção da acne são destruídas. O tratamento provoca efeitos colaterais como avermelhamento, sensibilidade, pequenas pústulas e até hiperpigmentação. Usamos cremes hidratantes e filtro solar com proteção alta. São necessárias 4 – 5 sessões mensais para conseguir bons resultados no tratamento da acne.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.