Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Denise Steiner

Por DERMATOLOGIA
A médica Denise Steiner é dermatologista, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia e doutora pela Unicamp
Continua após publicidade

Por que meu cabelo não para de cair?

Diversos motivos podem levar à queda de cabelo persistente e fazer o diagnóstico correto é essencial

Por Denise Steiner
14 abr 2022, 08h43

“Por que meu cabelo não para de cair”? Decerto porque você tem alguma referência de que ele caía menos em outros momentos da vida. O cabelo, assim como todos pelos do corpo, tem uma íntima relação com a saúde e equilíbrio do organismo. A questão fundamental sobre queda é fazer o diagnóstico correto.

Você tem uma doença do folículo ou você tem uma disritmia do ciclo capilar por causa de desequilíbrios do organismo? Essa é a pergunta fundamental que precisa ser respondida. As doenças do folículo podem ser enumeradas: calvície (alopecia androgenética), pelada (alopecia areata), alopecia fibrosante frontal, foliculite decalvante, alopecias cicatriciais do lupus ou líquen plano.

Essas doenças levam à queda e afinamento do cabelo em menor ou maior grau e com velocidades diferentes. A causa dessas alopecias são variadas, desde genética, autoimunes, inflamatórias, e cada uma delas deverá será tratada de forma específica, citadas a seguir.

Calvície: finasterida, dutasterida, Minoxidil, vitaminas, procedimentos MMP, PRP, LEDS.

Continua após a publicidade

Alopecia areata: corticoide, imunossupressores, tofacitinibe.

Alopecia fibrosante frontal: finasterida, cloroquina, corticoide etc.

O diagnóstico correto é fundamental para escolher o melhor tratamento. Outro tipo de queda de cabelo são os eflúvios que representam respostas em relação a problemas internos do organismo. Nesse caso, o diagnóstico correto pode ser bastante difícil.

Continua após a publicidade

Alterações da glândula tiróide, anemia, perda de peso, estresse intenso, infecções bacterianas e virais podem manter a queda de cabelo persistente. A infecção pelo Covid-19 pode ser um exemplo evidente de queda de cabelo reacional à agressão ao organismo. Nesse caso, o tratamento correto e específico também depende do diagnóstico correto.

Reposição de hormônio tiroidiano, tratamento da anemia, controle do estresse e tratamento das infecções e viroses, controlam e melhoram a queda de cabelo. Independentemente da causa e também da gravidade é importante manter o aspecto nutricional adequado. O cabelo não recupera se não houver proteínas, vitaminas e oligoelementos na alimentação diária.

Os procedimentos de micro infusão de medicamentos na pele MMP ® usando remédios específicos e também PRP (plasma rico em plaquetas) podem melhorar todas as quedas de cabelo. Esses tratamentos são adjuvantes no contexto do diagnóstico e tratamento individualizado.

Continua após a publicidade

Cuide-se. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.