Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Denise Steiner

Por DERMATOLOGIA
A médica Denise Steiner é dermatologista, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia e doutora pela Unicamp
Continua após publicidade

Botox pode melhorar a calvície

Saiba como!

Por Denise Steiner
29 set 2022, 11h20

A calvície é um tipo de alopecia, influenciada pela genética e ação dos hormônios masculinos. O cabelo vai afinando e abrindo as entradas de padrão masculino e rarefação de padrão feminino. Ela começa no período da puberdade e progride ao longo da vida, transformando o fio terminal grosso e escuro num fio muito fino, claro e fino. Mas o botox pode ajudar.

O principal mecanismo de ação da calvície está relacionado à ação do hormônio DHT no receptor específico. Além desse mecanismo hormonal, também são importantes no desenvolvimento da calvície a desnutrição, falta de ferro, falta de vitaminas, alterações de tiroide, doenças consumptivas, estresse, inflamações e infecções.

Existem vários tipos de tratamento para a calvície como finasterida, dutasterida, Minoxidil, bicatulamida, fitoterápicos como Saw palmeto entre outros. O tratamento é demorado e exige disciplina. Recentemente foram publicados trabalhos científicos que mostraram melhora da calvície com o uso da toxina botulínica. 

O que é o botox (toxina botulínica)

A toxina botulínica é uma substância isolada do clostridurium botulinum usada há muitos anos para tratar doenças musculares como paralisia espástica, contrações involuntárias, entre outros. Em 1992, foi publicado o primeiro trabalho da toxina botulínica para o uso em rugas de expressão.

O botox para tratamento da calvície

O tratamento da calvície com toxina botulínica preconiza a aplicação no local afetado pela alopecia androgenética. O protocolo fala em aplicações em intramusculares em 30 pontos somando um total de 150 U. O mecanismo de ação é explicado pelo relaxamento da musculatura regional com melhoria da irrigação sanguínea no local afetado. Neste sentido ocorre aumento do aporte de nutrientes aos fios de cabelo. 

Continua após a publicidade

A melhora da irrigação levando mais alimento e vitaminas ocorre somente enquanto os fios estiverem viáveis. A aplicação da toxina botulínica para o tratamento da alopecia androgenética é feita cada três meses por cinco sessões, sendo cada uma com trinta pontos completando 150 U no total.

Há vários trabalhos demonstrando que a associação do tratamento clássico com a toxina botulínica tem melhores resultados.

Cuide-se. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.