Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Conversa de Vó Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Natália Dornellas é jornalista, podcaster e ativista da longevidade. Procura por avós e avôs para prosear e histórias de #avosidade para contar. É criadora do podcast Conversa de Vó e cofundadora da plataforma 40+ AsPerennials
Continua após publicidade

Rumo aos 100: entrevista com a autora Iris K. Bigarella

Autora de 98 anos lança um olhar instigante para o envelhecimento e provoca reflexões sobre o sentido da vida ao contar sua jornada pela vida

Por Natalia Dornellas
Atualizado em 31 out 2022, 16h05 - Publicado em 31 out 2022, 16h05

Nada de manual para chegar bem aos 100 anos, em Chegando Feliz aos Cem Anos, Iris K. Bigarella, nossa “quase centenária” , pensou em transmitir algo mais profundo que um compilado de dicas de saúde ao escrever o livro que nos faz pensar sobre o envelhecer, como nos enxergamos ao longo do tempo e sobre como queremos ser vistos e tratados pela sociedade.

 “Sutilmente presente em todos nós, mas bem escondidinha nas dobras da vida (tão diferentes para cada um) lá está o que os japoneses condensam em uma palavra só: Ikigai – o sentido da vida. Qual é o sentido da vida, o que esperamos bem no fundo deste fluir de acontecimentos e esforços, das ‘coisas boas ou más’ que nos acontecem?”, diz a autora em determinada parte da obra.

O livro, recém-lançado pela Editora Chiado, é fruto das experiências de vida de Iris, hoje com 98 anos, que desde muito jovem questiona os enigmas da existência. Natural de Curitiba, ela cursou faculdade numa época em que poucas mulheres faziam o mesmo. Dentre seus interesses estão poesia, história, geografia, antropologia e psicologia analítica, sendo autodidata em expressões de arte bi e tridimensional intuitiva, com várias exposições coletivas e individuais.

livro chegando feliz aos cem anos
A capa do livros de Íris, recém-lançado pela Editora Chiado. (Editora Chiado/Divulgação)

Ao longo da vida, conheceu os grandes pensadores da nossa sociedade e tornou-se uma voz incansável na defesa do meio-ambiente ao lado do marido, João José Bigarella, referência internacional em Geologia e Geociências. Íris é uma mulher encantada pelo mundo da beleza, do amor e da sabedoria que existe em nosso planeta e uma fonte de conhecimento e generosidade, e, claro, topou respondeu ao questionário da coluna sobre a tão esperada chegada aos 100 anos.  

Continua após a publicidade

Qual foi o maior acontecimento da humanidade nesses quase 100 anos para a senhora?

Íris: Oh! Só podemos dizer que foram 100 anos de um fabuloso despertar da humanidade.  Em todos os sentidos! Acendemos a luz da consciência que, como um facho esplendoroso, pode iluminar os mais recônditos cantos desconhecidos – tantos! – de nossa existência. Despertamos para a nossa minúscula posição no Universo, mas também para as imensas potencialidades que esta fase de nossa evolução prenuncia. 

Viver tanto tempo é acumular muita sabedoria. O que a senhora recomenda para quem gostaria de chegar à sua idade?

O que se pode recomendar para quem alcança idade avançada – tão mais frequente ultimamente com os avanços da medicina – eu diria que é não se entregar jamais! Ao desânimo, os percalços da fragilidade do  corpo físico, a falta de laços mais afetuosos com amigos e familiares. A decadente aparência física…Usando a boa vontade – essa ferramenta mágica- e o bom humor – pode-se alcançar distâncias longínquas e conquistar áreas da vida nunca imaginadas. 

Continua após a publicidade

O que o mundo  ganhou de bom nestas últimas décadas?

É só considerar um pouco os avanços da tecnologia e suas fabulosas conquistas, a crescente conscientização da necessidade de preservação ambiental e os livros, os livros, os vídeos de divulgação, os estudos cada vez mais refinados em todas as áreas da atividade humana…

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.