CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS
Kika Gama Lobo Por Atitude 50 Focada na maturidade como plataforma pessoal, a jornalista Kika Gama Lobo escreve sobre as sensações e barreiras que as mulheres de 50 anos vivenciam

Rainha das lives da maturidade

"Só podemos ver o "lado cor-de-rosa" da longevidade?", questiona a colunista Kika Gama Lobo

Por Kika Gama Lobo 26 jan 2022, 17h44

Tô me sentindo assim assim… Por que? Chato ter sido cancelada pelo Instagram para realizar as minhas lives sobre a passagem do tempo. Sigo um monte de gente seminua, bunda de fora, conteúdo irônico, chulo, cafona, bizarro e euzinha é que ganho o prêmio de ser cancelada pelo Mark Zuckerberg? Pois bem, vou abrir o verbo.

Será que as pessoas se chocam com os meus temas? Não posso falar em pau mole, suruba, pentelho branco, boletos em cascata? Só posso dialogar sobre moda, rugas e viagens para Dubai???

Por que é tão difícil conversar abertamente sobre escape de xixi, curatela e interdição de pais velhos, sênior living, ninho vazio, geração sanduíche e poliamor? Só podemos ver o “lado cor-de-rosa” da longevidade? Aquela bestialização de tratar os mais velhos no diminutivo, achar que não sentimos mais tesão, nem somos mais capazes de produzir grana? Aliás, acho que o etarismo é um dos preconceitos menos discutidos no Brasil.

Veja também: Etarismo: como combater o conflito de gerações no ambiente de trabalho

Nos acostumamos a tratar o velhos como débeis. A sociedade brasileira não tem paciência com os seus idosos. Ou os trancam num quarto, isolam num asilo e os tiram do campo de visão esperando a dona morte fazer o serviço completo.

Continua após a publicidade

Criança dá trabalho. Gente mais velha também. Eu, hoje com 57 anos, começo a me preparar para a minha despedida da vida civil, dialogo com minhas filhas sobre como será o futuro e quem vai me ajudar quando eu começar a repetir tudo, esquecer meu nome e quem são elas, vivendo num entra e sai de hospital. Mas precisa ser assim?

Voltando ao CANCELAMENTO na web, já posso me juntar ao time das Karol Conká, Gabriela Pugliesi, Luísa Sonza… A cantora Glória Groove tem uma frase bombástica em uma de suas músicas: “melhor do que a subida, só mesmo assistir à queda”.

Jesus, que gente é essa que supostamente me denunciou na web? O que eu fiz? Tô de cara até agora. Já faz uma semana que estou impedida de fazer lives. Esse linchamento social, que nem sabemos de onde vem, aflige. Mas como diz uma amiga minha, vai que eu estou crescendo em audiência e por isso estão de olho em mim.

Cara, que estranho. Sou sempre aquela a favor da não unanimidade. Adoro discordar. Isso gera o diálogo. Mas em tempos toscos, é melhor cancelar a pessoa e tirá-la da frente. Uns dizem que é censura, patrulha, apagamento. Eu não sei nem nominar.

Instagram, me libera aí…. Juro que eu sou legal.

Continua após a publicidade

Publicidade