CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Como decorar a casa com elegância utilizando pedras, mármores e cristais

Pedras, mármores e cristais nunca saem de moda e ainda garantem elegância. Saiba como utilizar esses materiais energizantes nos ambientes da casa

Por Marina Marques Atualizado em 18 mar 2021, 12h01 - Publicado em 21 mar 2021, 09h00

Naturalmente encantadoras, as pedras proporcionam elegância atemporal. A durabilidade do material ainda evita reformas constantes. Saiba como utilizá-las em revestimentos e detalhes.

FOCO NA TEXTURA

Escada de porcelanato Calacatta, da Decortiles
O porcelanato Calacatta, da Decortiles, traz sofisticação à escada projetada por @anapaularonchiarquitetura | Foto: Allan Vierne/Marmorial/CLAUDIA

A ranhura e os rajados das pedras são elementos singulares, capazes de transformar até as de tons sóbrios em pontos de destaque no ambiente. O porcelanato Calacatta, da Decortiles, dá sofisticação à escada acima projetada por @anapaularonchiarquitetura.

Na estante abaixo, pensada pela arquiteta @shirleiproenca, o MDF Cinzell imita uma pedra talhada e oferece a vantagem da maior facilidade na instalação e do menor preço – e fica igualzinho!

Objetos de decoração em pedra, cristal e mármore
| Fotos: estante, Renato Navarro; o restante, divulgação/CLAUDIA
  • Mesa Léa, de latão polido e ágata natural cristalizada, da @brugini_store
  • Abajur Drilo, de latão escovado com drusa de cristal com pontas, da @brugini_store
  • Mesa de centro Patroa, de aço carbono e mármore, do @mulapreta

JOIAS NATURAIS

Objetos de decoração em pedra, cristal e mármore
| Fotos: cozinha, Fábio Júnior Severo; facas, Higor Pedro; porta-guardanapo, Studio Tertulia; chapas, divulgação/CLAUDIA
  • Facas de quartzo verde, rosa ou branco e borda banhada a ouro 24 quilates, da @maosdaterraoficial
  • Porta-guardanapo Ester, de pedra escapolita retangular bruta e ouro 18 quilates, da @nana_valle
  • Chapas de ágata para decorar ou usar como porta-copo, da @naturalcurashop

O acabamento bruto, sem lapidação, fica charmoso em detalhes menores. Pedras populares, como o quartzo e a ágata, ou as mais raras, como a ambligonita e a escapolita, transformam-se em preciosidades na sala de jantar, aparecendo em facas, porta-guardanapos e porta-copos.

Já o grandioso frontão da churrasqueira (acima) é de quartzito. Enfeitando uma cobertura no litoral catarinense, a pedra tem desenho que lembra o encontro da areia com o mar – a escolha foi da arquiteta @vanessalarrearq, que queria levar a praia para o interior do apartamento.

Aqui, o tampo da mesa é feito do imponente mármore Nero
Aqui, o tampo da mesa é feito do imponente mármore Nero | Foto: Gisele Rampazzo / Divulgação/CLAUDIA
Continua após a publicidade

A decoração sóbria do apartamento ressalta o tampo da mesa, feito do imponente mármore Nero. “O lustre de cristal, um item antigo da família, contrapõe o visual pesado, dando mais requinte”, comenta a arquiteta @jumuchonarquitetura, que indica usar a pedra com parcimônia e de forma que se encaixe às peças já existentes no local.

ESCOLHAS QUE TRANSFORMAM

Objetos de decoração em pedra, cristal e mármore
| Fotos: banheiro, divulgação; lavabo, Raphael Briest; saboneteiras, Higor Pedro/CLAUDIA
  • Porta-sabonete, de pedra natural bruta de quartzo verde, rosa ou sodalita, da @maosdaterraoficial

Utilizada no banheiro acima, a linha de porcelanato Marble Nouveau, da Roca Cerámica, combina tonalidades de azul com sobreposição de veios que vão do nude ao ouro. Por ser translúcido, o revestimento de ônix ornamental permitiu uma criação ousada do arquiteto Maurício Karam: ele posicionou focos de  luz por trás da pedra, transformando a parede do lavabo em uma luminária.

O mármore Branco Paraná, uma pedra com veios bem demarcados, foi a escolha do arquiteto
O mármore Branco Paraná, uma pedra com veios bem demarcados, foi a escolha do arquiteto Maurício Karam | Fotos: Raphael Briest/Divulgação/CLAUDIA

Com estilo clássico e paleta mais conservadora, essa suíte de um apartamento paulista foi ressignificada pela escolha de um revestimento que contrastasse com os tons escuros da decoração.

O mármore Branco Paraná, uma pedra com veios bem demarcados, escolhida pelo arquiteto @mauriciokaramarquitetura, energiza o ambiente e também tem a vantagem de ser resistente. “Quando o revestimento é muito ornamentado, como esse, sugiro optar por um entorno leve, com menos informação.” Maurício indica também evitar outros veios, estampas e materiais orgânicos que possam entrar em conflito com a peça principal.

Como conviver com a endometriose

 

Continua após a publicidade

Publicidade